Mitos e verdades sobre redes de proteção para animais

Piscinas, janelas e escadas precisam de proteção para evitar acidentes com os pets

As redes de proteção são uma ferramenta poderosa para manter nossos bichinhos de estimação longe de acidentes em janelas e piscinas, por exemplo. Porém, muitas dúvidas surgem a respeito da qualidade, tipo, manutenção entre outras coisas relacionadas ao acessório. E é fundamental que você fique atento a esse cuidado com o seu cão.

Pensando nisso, Bárbara Rodrigues, da Glysa Redes de Proteção, esclarece alguns mitos e verdades relacionados ao tema. Acompanhe.

Mitos e verdades sobre de rede de proteção

Toda rede de proteção serve para qualquer animal.

Mito. Cada tamanho e tipo de animal exige uma tela diferente. Para cães e gatos, a malha deve ser 5x5cm. Já para animais menores, o ideal é 3x3cm.

A instalação é diferenciada para cada ambiente.

Verdade. A especialista explica: “quando falamos em instalação para animais de estimação, lidamos com instinto, desta forma, somos altamente criteriosos com o espaçamento entre ganchos (espaçamento máximo de 30 cm), realizamos fechamos total das janelas, pois o ambiente deverá ficar livre de qualquer abertura que possibilite fuga ou acidente com os animais”.

Piscinas, janelas e escadas precisam de proteção para evitar acidentes com os pets

Ter um cachorrinho em casa requer adotar medidas de proteção (Foto: Reprodução/YouTube)

As redes de proteção oferecem proteção UV.

Verdade. As melhores redes do mercado são feitas com 100% de polietileno e possuem proteção contra os raios solares. Isso é eficaz, principalmente do que diz respeito ao ressecamento da malha por conta da exposição solar. Algumas substâncias antioxidantes também fazer parte da composição, o que reforça a durabilidade do material.

As malhas protetoras devem suportar o peso do animal.

Mito. O correto é que a malha protetora suporte até 10 vezes mais o peso do animal. De acordo com Bárbara Rodrigues, da Glysa Redes de Proteção, os melhores materiais aguentam até 500 kg de impacto por metro quadrado e devem ser testadas por laboratórios de testes comprovados.

Uma rede protetora dura até cinco anos.

Mito. A garantia de grande parte das redes é de três anos. Após esse período, é preciso realizar a manutenção ou até a troca de todo o material, mesmo que a validade ainda esteja dentro do prazo.

Não posso utilizar materiais de limpeza na rede de proteção.

Verdade. Produtos corrosivos, detergentes abrasivos, tintas ou substâncias cortantes, como alvejantes, devem ser evitados. Não se deve usar produtos químicos em nenhuma ocasião. Utilize sempre uma bucha com água e sabão neutro comum.

Montadora de automóveis lança carro adaptado para transportar cachorros

Posso comprar uma rede de proteção em qualquer mercado.

Mito. O ideal é que você procure uma empresa especializada na instalação de redes de proteção, pois isso garantirá mais segurança e comodidade para sua casa e para seus bichinhos, evitando acidentes.