,

Malamute do Alasca: 20 fatos sobre personalidade e comportamento

Esse é um cão amigável, afetuoso e dedicado. Além disso, é um companheiro leal, digno e brincalhão

Para ter um malamute do Alasca é preciso saber sobre personalidade e comportamento dessa raça. Isso porque, essas informações vão lhe ajudar a criar esse cão com mais qualidade de vida e sem maiores problemas no dia a dia.

Por exemplo, antes de comprar ou adotar um filhote de malamute, você deve saber que ele é um cão amigável, afetuoso e dedicado. Também precisa entender que ele é um companheiro leal, digno e brincalhão. Porém, tudo isso sem esquecer que o pet é independente e aprecia a dominância.

Nesse sentido, é de extrema importância que se conheça personalidade e comportamento do malamute do Alasca. Para que no fim você possa desfrutar de um gigante equilibrado e de boa índole.

Por fim, também é necessário ficar por dentro de outras informações a respeito dessa raça, como: cores e tamanho do malamute do Alasca. Além disso, nesse artigo você também pode entender quais são os cuidados essenciais que esse cachorro demanda por parte do tutor. Vamos lá?

Malamute do Alasca: personalidade e comportamento

Faz parte do comportamento do Malamute do Alasca ser trabalhador e ativo

O malamute do Alasca é forte e muito bonito, com pelos longos e porte imponente (Foto: depositphotos)

  • Amigável
  • Afetuoso
  • Dedicado
  • Leal
  • Digno
  • Brincalhão
  • Sociável
  • Independente
  • Companheiro
  • Dominante
  • Ativo
  • Forte
  • Distinto
  • Inteligente
  • Instintivamente trabalhador
  • Guloso
  • Alegre
  • Confiável
  • Escavador
  • Apreciador da hierarquia

Veja também: Malamute do Alasca – Saiba tudo sobre esta raça

Amigável

De acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), o cachorro dessa raça é muito amigável. Até mesmo com estranhos o malamute do Alasca pode fazer amizade, por isso não é indicado para ser um cão de guarda.

Afetuoso

Ainda segundo informações da CBKC, o pet também é afetuoso. E, mesmo não sendo um cachorro especialmente carinhoso, não é um cão de “um só dono”. Isso significa dizer que ama todos da família de uma maneira igual.

Dedicado

Um malamute do Alasca bem treinado possui um comportamento dedicado. Ou seja, ele se torna um cachorro mais empenhado em agradar o tutor nas atividades, principalmente com relação ao adestramento.

Leal

Lealdade é o nome do meio do malamute do Alasca. Por isso que quando o assunto é o relacionamento desse cão com os tutores fica evidente a fidelidade do animal.

Digno

Além de leal, a raça também é digna. Isso significa dizer que o malamute do Alasca cresce generoso, honesto e íntegro.

Brincalhão

Apesar do tamanho assustar na primeira impressão, o cachorro dessa raça é um verdadeiro brincalhão. Assim, com toda a energia que possui, vai adorar gastá-la ao lado do seu tutor e de sua família.

Sociável

Mesmo não estando na lista de raças que se dão bem com outros animais, é possível dizer que esse cão é sociável. Portanto, geralmente se dá bem com humanos e com outros pets.

Independente

Ao mesmo tempo que é dedicado, o cãozinho dessa raça é independente. Dessa maneira, o cachorro apresenta um pouco de teimosia no seu comportamento. Por essa razão, o nível de dificuldade do adestramento é médio, de acordo com o PhD em medicina veterinária e autor do livro “Cães” da Zahar Editor, Bruce Fogle.

Companheiro

Ainda segundo Bruce, a raça passou por um cruzamento seletivo a fim de melhorar a disposição em interagir com as pessoas. Ao mesmo tempo, a hierarquia diminuiu consideravelmente.

Dominante

Entre os machos pode haver uma imposição de dominância naturalmente. No entanto, a castração pode ajudar a solucionar esse problema de comportamento do malamute do Alasca.

Ativo

Esse cachorro é um admirador de esportes e vai se divertir competindo em alguns deles, como testes de agilidade e obediência. Por isso, é necessário oferecer exercícios físicos diariamente, a exemplo de longas caminhadas. Além disso, vale ficar atento aos horários desses passeios que devem ser oferecidos quando a temperatura estiver mais amena.

Forte

Como foi criado para puxar trenó, trata-se de um cachorro forte, musculoso e resistente. Sendo assim, é preciso um certo cuidado com crianças muito pequenas próximas desse pet.

Distinto

Muitos confundem o husky siberiano com o malamute do Alasca. Contudo, esse último possui um porte ainda mais distinto que outras raças. Além de mais pelos, o malamute é bem maior que o husky e um comportamento mais elegante.

Inteligente

Também não está na lista dos 10 cachorros mais inteligentes, segundo Staney Coren. Contudo, não deixa de ser um animal esperto e que pega os ensinamentos com uma certa facilidade. Para aproveitar essa característica do animal, use o treino desde a fase filhote.

Instintivamente trabalhador

Mesmo passando por algumas mudanças temperamentais ao longo dos anos, o malamute do Alasca não perdeu o instinto trabalhador. Como foi criado para puxar trenós, pode ser que ele faça o mesmo com o tutor durante um passeio. Nesse sentido, adestre-o durante as caminhadas para ele não puxar a guia.

Guloso

Quer um cachorro desse? Então cuidado para não dar “bobeira” com as comidas. Essa raça, além de comer bem a própria refeição, ainda fica de olho nos alimentos dos humanos. Assim, qualquer descuido você pode ter sua comida “roubada”.

Alegre

Com espaço para brincar e tempo para se exercitar, o cachorro dessa raça é alegre e vive muito feliz. Por isso, é um animal que exige tempo do tutor.

Veja tambémDescubra quais as raças de cães que puxam trenós

Confiável

Como possui um bom comportamento, é indicado para casas com crianças. No entanto, por ser muito forte é recomendado que sejam crianças mais velhas as suas companheiras.

Escavador

Escavar é uma característica indesejável que essa raça possui. Porém, ela pode ser controlada com o treinamento desde a fase filhote.

Apreciador da hierarquia

A hierarquia faz parte da vida desse cachorro, por isso é preciso firmeza no adestramento. Dessa forma, o cachorro aprende logo cedo quem é o líder da casa.

Outras informações e características importantes

De acordo com a American Kennel Club (AKC), o malamute do Alasca tem uma expectativa de vida que varia entre 10 a 14 anos. Contudo, quem deseja oferecer uma vida mais duradoura e feliz para essa raça, precisa saber outras informações além da personalidade e comportamento do cão.

O malamute do Alasca é considerado um cão de porte grande

Essa raça pode ter de 58 a 63 centímetros de altura e cerca de 35 quilos quando adulto (Foto: depositphotos)

Malamute do Alasca filhote

Assim como outros cães, o filhote de malamute do Alasca precisa de cuidados especiais. Por exemplo, durante essa primeira fase de vida é necessário fortalecer o sistema imunológico do cão. Para isso,utiliza-se das vacinas polivalentes combatendo vírus da cinomose, parvovirose, hepatite etc.

Além disso, o filhote também vai precisar de cuidadores redobrados contra a ação de pulgas e carrapatos. Bem como, tomar vermífugos com o intuito de acabar com os vermes causadores de doenças no cão.

Preço dessa raça

Um filhote de malamute do Alasca pode custar entre R$ 2.500 a R$ 4 mil. Contudo, a venda no Brasil ainda é considerada tímida. Mesmo assim, antes de adquirir um cachorro dessa raça certifique-se dos cuidados com ele e seus pais.

Infelizmente, alguns criadores independentes e canis acabam explorando os cães para comercializar os animais. Você pode acabar com esse tipo de comércio a partir do momento que opta pela adoção.

Malamute do Alasca tamanho

Ainda segundo a AKC, essa raça pode ter de 58 a 63 centímetros de altura. Já quando o assunto é peso, o cachorro varia entre 34 a 36 quilos. Com isso, o malamute do Alasca é considerado um cão de porte grande.

Veja também: 10 raças caninas que mais se parecem com lobos

Cores do cão

“As cores normalmente variam de cinza claro passando pelas tonalidades intermediárias do preto, areia e tonalidades de areia ao vermelho“, informa a Confederação Brasileira de Cinofilia.

Cuidados com essa raça

O cão dessa raça pode sofrer com alguns problemas comuns, como doenças nos rins, perda de visão diante de luz forte e displasia dos quadris. Dessa maneira, o contato constante com o veterinário é o recomendado. Assim é possível oferecer mais qualidade de vida a esse cão.

Malamute do Alasca: ter ou não ter um cachorro desse?

E então, vale a pena ter um cão desse? Depois de conhecer a personalidade e comportamento do malamute do Alasca, a resposta dessa pergunta deve estar mais clara.

Lembre-se que esse é um cão amigável, afetuoso e dedicado. Além disso, é leal, digno e brincalhão. Para ter um animal desse, você precisa de tempo, disposição e paciência com esse grandalhão do mundo canino.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.