Animais de estimação auxiliam donos em momentos de dificuldade

Pesquisa comprova a boa qualidade de vida das pessoas que possuem animais de estimação

Saber que animais de estimação auxiliam donos em momentos de dificuldade não é nenhuma surpresa para muitas pessoas.

Mas, para tirar qualquer dúvida ainda existente a Associação Psicológica Americana (APA) revelou uma pesquisa que comprova essa relação entre cão e tutor.

Comandado por Allen McConnel, da Universidade de Miami, o estudo está dividido em três partes. Ao final do estudo, foi possível demonstrar a boa qualidade de vida das pessoas que possuem animais de estimação.

Estudo comprova: animais de estimação ajudam as pessoas

Em primeiro lugar, vale ressaltar que psicólogos confirmam o poder do apoio social. Para os profissionais, ele é fundamental para o bem-estar psicológico e físico das pessoas.

Portanto, levando em consideração essas definições, os estudiosos se questionaram: “As interações humanas, muitas vezes, fornecem às pessoas considerável apoio social, mas os animais de estimação também podem atender às necessidades sociais de alguém?”

As pessoas que possuem animais de estimação são mais felizes e saudáveis.

Os cães conseguem evitar a negatividade causada pela rejeição social (Foto: depositphotos)

Por meio dessa inquietação, os pesquisadores dividiram as etapas de pesquisa em três. Em primeiro plano, o estudo se propôs a investigar os tutores de animais de estimação e as suas perspectivas de bem-estar.

Descobriu-se então que donos de animais se saem melhor quando o assunto é maior auto-estima, mais exercício. Além disso, possuem maior conscienciosidade e menos apego.

No segundo passo, “descobriu que os proprietários desfrutavam de melhor bem-estar quando seus animais de estimação atendiam melhor às necessidades sociais, e o apoio que os animais de estimação forneceram complementaram em vez de competir com fontes humanas.”

Finalmente, a última etapa da pesquisa. Dessa vez, os tutores foram levados ao laboratório. Com os estímulos de experimentos foi possível constatar que “a capacidade dos animais de estimação de evitar a negatividade causada pela rejeição social.”

Veja tambémCães podem ajudar tutor no tratamento contra a depressão

Resumo da pesquisa

Para os autores da pesquisa da APA, os animais de estimação são capazes de servir como importantes fontes de apoio social para seus tutores e pessoas comuns.

Em resumo, os pets podem proporcionar “muitos benefícios psicológicos e físicos positivos para seus donos.” Diante disso, é possível afirmar que as pessoas que possuem animais de estimação são mais felizes e saudáveis.

Por que ter um animal de estimação?

Além das questões pró-causa animal, ter um animal de estimação é benéfico em outros tantos aspectos. Por exemplo, ter um cão pode ajudar na prevenção e no tratamento de alguns problemas de saúde.

Caminhar com o cão faz bem

De acordo com o adestrador da EdukaDog, Henrique Silva, até os passeios podem ser benéficos. Como os cães precisam de caminhas diárias, o tutor tem que realizar essas atividades com o pet. Com isso, os cachorros podem acabar reabilitando as pessoas.

“Ao fazer um passeio sem o cão, poucas ou talvez nenhuma pessoa pare para nos cumprimentar. Porém ao fazer um passeio com seu cão certamente muitas pessoas irão parar para brincar com seu cão e consequentemente a partir daí começa uma socialização entre donos e cães“, destaca o comportamentalista canino.

Isso significa dizer que, pessoas com problemas de depressão podem ter no cão um amigo fiel. Com a necessidade do companheiro canino, as pessoas nessa situação vão caminhar, encontrar amigos e até mesmo fazer novas amizades.

Veja tambémVocê sabia? Ter um cão em casa pode deixar seu coração mais saudável

Porém, além da socialização, as caminhadas também ajudam no físico de cães e tutores. “As caminhadas ajudarão a evitar obesidade, problemas cardíaco, [alterações da] pressão, estresse, ansiedade dentre outros”, explica Henrique Silva.

O cão é um amigo para as horas difíceis

Ainda segundo o adestrador e comportamentalista canino, os cães conseguem perceber a linguagem corporal dos humanos. Isso porque, os animais estão cada vez mais participando da rotina familiar.

“A comunicação dos cães se dá aproximadamente 80% através da expressão corporal e 20% pela vocalização. Já os seres humanos é o contrário, a nossa comunicação se dá 80% pela verbalização e 20% pela expressão corporal”, explica Henrique Silva.

Diante disso, o cão consegue perceber com mais facilidade as emoções do tutor. Além disso, a intonação da voz dos donos ajuda o cachorro a interpretar os sentimentos envolvidos na situação.

“Através da expressão corporal dos donos e por conta do vinculo afetivo, o cão percebe que o dono está cabisbaixo e a tendência é que o cão se aproxime do dono com mais sensibilidade.

Para Henrique Silva, esse comportamento do cão é inerente ao seu instinto. Tendo em vista que em matilhas, os cães passam a cuidar uns dos outros, mesmo que os companheiros estejam debilitados.

Portanto, o cachorro vai querer cuidar do tutor. Entre os possíveis sinais dessa ação estão: carinho e aproximação em tempo integral se possível. Além disso, mesmo se for um cão muito enérgico, diante de um dono triste ele passa a ficar mais tranquilo.

Ter cachorro diminui o estresse

Para o psicólogo Henrique Aguiar, o cachorro consegue demonstrar as emoções semelhante aos humanos. Usando de latidos, os cães se comunicam com os seus tutores, convidando-os para brincarem.

Assim, brincar, conversar e interagir com o cachorro são formas de aliviar os níveis de estresse. Tudo isso mesmo após um dia cheio de obrigações e problemas.

“Ter um cachorro de estimação como companheiro, a qualquer tempo, pode aliviar o estado de solidão. E boa parte dos cachorros servem, também, de estímulo para atividades físicas, que proporcionam uma vida mais saudável”, esclarece.

Cães ajudam no combate da depressão

Criar um cão contribuiu com a felicidade

O ato de brincar com o cachorro pode elevar os níveis de dopamina e serotonina de uma pessoa. Esses neurotransmissores são conhecidos como hormônios da felicidade, que pode descontrair e acalmar uma pessoa”, explica.

Portanto, em meio as tristezas, os animais de estimação auxiliam donos em momentos de dificuldade. Contudo, os cães ajudam inclusive de forma indireta.

Veja também: Animais de estimação ajudam a lidar com depressão, ansiedade e estresse

Além disso, “alisar e ‘massagear’ o cachorro estimula relaxamento“, conta o psicólogo Henrique Aguiar.

Ter um cachorro beneficia o coração

Melhores raças de cães para terapia

Diante de tudo exposto, fica claro que os animais de estimação auxiliam donos em momentos de dificuldade. Além disso, os pets conseguem proporcionar apoio social aos donos. Por fim, podem ajudar no tratamento e prevenção de doenças.

Em meio a todos esses benefícios, algumas raças de cães podem atuar beneficamente na vida de pessoas com problemas de saúde. Entre elas estão:

  • Labrador;
  • Golden retriever;
  • Beagle;
  • Boxer;
  • Shih tzu;
  • Vira-lata.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.