Pupcake – O cupcake do cachorro

Assim como os humanos, os cães também sentem desejo em comer determinados alimentos. O bolo de aniversário, por exemplo, tem um cheiro tão bom que atrai o olfato dos peludinhos. Mas, como não é possível oferecer esse tipo de alimento, existem outras opções mais apropriadas para os animais. Chamado de pupcake, este produto trata-se de um cupcake para cachorro.

Desta forma, além do tutor se deliciar com suas comidas, o cachorrinho também não fica de fora da festa. A receita deste produto especial para cães é feita com ingredientes mais naturais possíveis. Os itens são frescos e usados sob medida para não desequilibrar a dieta do cachorro.

Receita de cupcake para cachorro

A receita segue os princípios da Alimentação Natural (AN), utilizando produtos da cozinha humana

Receita leva batata doce, brócolis e carne moída (Foto: depositphotos)

Cupcake de carne moída com vegetais

A turma da TV Cãolinária, conhecida em preparar comidas caseiras para cães, fez um vídeo especial sobre cupcake para os peludinhos. A receita segue os princípios da Alimentação Natural (AN), utilizando produtos da cozinha humana para preparar refeições equilibradas e nutritivas para os animais. Confira os ingredientes e o modo de preparo:

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de farinha de linhaça (farinha de arroz ou de aveia podem ser substitutos);
  • 50 g de brócolis cozido;
  • 100 g de batata doce ou inhame cozido sem a casca;
  • 150 g de carne moída;
  • 1 ovo;
  • 1 colher (de sopa) de salsa.

Modo de preparo

Benefícios dos ingredientes

Brócolis e batata doce são dois ingredientes altamente benéficos para a saúde dos cães, contando que eles sejam colocados na dieta do animal de forma equilibrada. De acordo com o Blog da protetora animal Luisa Mell, existem alguns alimentos que os cães podem consumir e aproveitar dos benefícios, entres eles estes dois vegetais presentes na receita de cupcake para cachorro.

Segundo a publicação da protetora, auxiliada pelas veterinárias Anna Maria Casagrande Sarmento e Monica Almeida, o brócolis auxilia no controle da pressão arterial. Por esta razão, este vegetal é excelente opção para cães mais idosos, obesos ou que tenham predisposição a este problema.

Já a batata doce, benéfica até para as gengivas dos cães, deve ser introduzida na alimentação dos pets de forma equilibrada. Isso porque, desta forma, é possível aproveitar as propriedades deste alimento como fibrasbetacaroteno, magnésio e vitaminas, a exemplo da C e B6.

Moderação nos ingredientes

Contudo, apesar dos benefícios proporcionados por estes alimentos, eles devem ser usados com moderação. Tanto a batata doce como o brócolis, podem soltar demasiadamente o intestino dos cachorros devido a presença de fibras. Por isso, devem ser aproveitados de forma inteligente pelos tutores.

Cuidados com o consumo de cupcakes

É importante lembrar que cupcake para cachorro não deve ser uma opção de refeição, mas sim um lanche ou petisco. Isto porque essa guloseima está longe de ter todos os nutrientes necessários para o organismo do cachorro. Sendo assim, não ofereça o pupcake mais de uma vez por dia e nem muitas vezes na semana.

Uma dica legal é aproveitar esta receita em momentos especiais, como festas de aniversário ou quando você deseja agradar muito o paladar do seu bichinho. Além disso, não ofereça este petisco próximo do horário de refeição do animal, para que ele não perca o apetite e deixe de receber os nutrientes completos dispostos na ração ou na alimentação caseira.

Alimentos que cães não podem comer

Quando o assunto é alimentação dos cães, é preciso ficar atento para não cometer erros cruciais que colocam em risco a saúde do peludo. Apesar de muito alimentos, destinados à cozinha humana, serem benéficos aos cães, nem tudo pode ser oferecido ao animal.

Portanto, é essencial estar por dentro do que pode ou não ser dado ao cachorro. Além disso, o dono precisa saber quais as consequências que uma ingestão de alimentos inapropriados podem causar na vida do cãozinho. Desta forma, o tutor cuida da saúde do animal e ainda consegue atender alguns desejos palatáveis dos peludos. Veja a seguir quais alimentos não devem ser usados em receitas de cupcake para cachorro ou em outros pratos:

  • Leite: Os cachorros, após desmamarem, não devem consumir mais leite de nenhuma outra espécie, principalmente das vacas. “A maior quantidade de lactose presente no leite de vaca acaba excedendo a capacidade de digestão acarretando em diarreia, e em casos mais graves, sintomas gástricos mais severos como vômitos e inapetência“, conta a veterinária Glaucia Luna;
  • Uvas, carambolas e uvas passas: Estas frutas podem causar insuficiência renal nos cães devido a presença de determinadas substâncias;
  • Alho e cebola: “ O alho em pequenas quantidades é até benéfico, mas só se amassadinho na hora de servir a comida, já a cebola, alho poró e cebolinha jamais devem ser oferecidos ao cão”, explica a zootecnista e nutricionista animal, Aline Motta;
  • Chocolate: Este produto é altamente tóxico para cães e quanto menor o animal, mais arriscado é o consumo de chocolate, podendo levar o peludo à morte. Neste caso, é totalmente contraindicado usar este doce em qualquer receita, inclusive como recheio em cupcake para cachorro.

Assista ao vídeo com as orientações da zootecnista e nutricionista animal, Aline Motta:

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.