Viagem de carro com o cachorro

É necessário ter atenção com vários fatores, como alimentação e o tamanho do dog


Na hora de planejar uma viagem pode surgir a seguinte dúvida: levar ou não levar o cachorro? O cachorro é parte da família e sempre queremos levá-lo conosco na aventura deliciosa que é viajar, até porque há casos em que não nos resta outra opção, já que não temos com quem deixar o nosso animalzinho de estimação.

Se você está pensando em levar o seu pet em uma viagem de carro, confira as nossas dicas para que tudo ocorra tranquilamente.

Como viajar de carro com o cão?

No caso de uma viagem com o cachorro, cada caso deve ser analisado e os seguintes pontos devem ser levados em consideração:

Viagem de carro com o cachorro

Foto: Reprodução

  • Distância: A distância é um fator muito importante a ser considerado, pois as viagens muito longas são estressantes para o animal. Além disso, a mudança de ambiente causa estranhamento ao cão, sendo um fator de estresse. Episódios de diarreia e/ou inapetência também podem acontecer, mas o animal adapta-se rapidamente às novas condições.
  • Adestramento: Antes de realizar a viagem, acostume o seu animalzinho a andar de carro, para que ele possa se sentir calmo no ambiente e respeitar o local designado para ele.
  • Tamanho do cachorro: O tamanho do animal é outro ponto importante a ser considerado em uma viagem de carro. Caso você possua um exemplar de raças maiores, como São Bernardo e Labrador, e um carro pequeno, quase ou inteiramente ocupado por passageiros, fica bem difícil levar o pet junto.
  • Clima: No verão, a viagem deve ser programada para horários mais frescos, pois a temperatura corpórea do cachorro aumentará muito em ambientes fechados. Além do cuidado com o horário da viagem, é muito importante parar frequentemente para hidratar o animal, oferecendo-lhe água. Os vidros do carro devem ser mantidos abertos ou o ar condicionado ligado.
  • Caixas de transporte: Encontradas facilmente em pet shops, as caixas de transporte protegem o cachorro e evitam que ele se movimente por todos os lados, podendo inclusive atrapalhar o motorista do carro. A caixa deve ter tamanho suficiente para que o cachorro consiga ficar em pé e se virar. Você também pode comprar um cinto de segurança para cães, que os mantém presos e são mais confortáveis.
  • Alimentação: O recomendado é que o animal coma algumas horas antes de viajar e uma hora após a chegada ao destino.
  • Paradas: As paradas devem ser planejadas a cada duas ou três horas para que o cão se exercite e faça as suas necessidades.


Reportar erro