Treinar o cão antes do Ano Novo pode prevenir sustos com fogos

O foguetório das festas de final de ano provoca muito medo nos cães devido à sensação de perigo que eles sentem ao ouvir sons muito altos


Quem tem um cãozinho em casa sabe que a época de festas de final de ano é um tormento para os animais de estimação. Isso devido à queima de fogos, que assusta até mesmo os cachorros mais destemidos e equilibrados.

O foguetório provoca muito medo nos cães devido à sensação de perigo que eles sentem ao ouvir sons muito altos. Por terem a audição mais aguçada, esses animais ouvem os fogos de uma maneira mais ameaçadora, o que pode fazer com que saiam de casa, tentem se esconder e se machuquem.

Mas, você sabia que existe um treino para cães que pode evitar problemas na virada do ano? Saiba mais neste artigo.

Treino para prevenir sustos com fogos no Ano Novo

Treinar o cão antes do Ano Novo pode prevenir sustos com fogos

Foto: depositphotos

Se você deseja reduzir os sustos do seu cãozinho com a queima de fogos de Ano Novo, deve iniciar um treinamento cerca de dois meses antes da data. A dica é baixar na internet alguns sons de fogos de artifício e tocá-los alto, várias vezes ao dia. E você deve seguir a sua rotina, sem mimar o animal. Após 60 dias ouvindo os sons de fogos, muitos animais acabam de acostumando. Este treino não funciona sempre, mas, algumas pessoas têm tido bons resultados.

Outras dicas de como acalmar o seu cãozinho

Além do treino descrito, existem outras dicas que podem ajudar a acalmar o seu cachorro no Réveillon. Confira a seguir:

  • Distraia o seu pet com petiscos ou seus brinquedos favoritos;
  • O cão deve permanecer em um local tranquilo em que ele também possa se esconder para se sentir mais seguro;
  • Caso o seu animal de estimação demonstre medo, você deve manter uma postura que transmita sensação de segurança ao bichinho. Especialistas recomendam que o tutor não se abaixe na tentativa de acalmar e confortar o cãozinho, pois, agindo assim, o animal entenderá que o tutor também está com medo da situação;
  • Feche portas e janelas para diminuir o barulho;
  • Para evitar a fuga do cão, preste atenção ao local onde o animal poderá ficar escondido e a tudo que está ao seu redor. O animal de estimação também deve estar devidamente identificado com os dados do tutor.


Reportar erro