Saiba quais são os estágios de desenvolvimento dos cães

Entender cada fase é uma forma de não esperar demais do pet e de não perder a oportunidade de aproveitar cada momento


Os animais têm diferentes formas de se desenvolverem. Normalmente, isto depende do porte dos animais. Por exemplo, raças menores atingem a maturidade bem antes, podendo chegar à fase adulta antes mesmo de completarem um ano.

Já os cães que são de porte grande, estes demoram mais tempo para amadurecer completamente, levando até 18 meses. Entender cada fase da vida do cãozinho é uma forma de não esperar demais do pet e de não perder a oportunidade de aproveitar cada momento proporcionado por estes estágios.

Recém-nascido: as duas primeiras semanas

Neste início de vida o cãozinho passará o dia dormindo e mamando. Só irá se movimentar se estiver com frio e o fará se rastejando, pois ainda não consegue dar os primeiros passos. Também não sabe fazer suas necessidades sozinhos, assim precisa da mamãe para limpar o corpinho após a evacuação. Entre o 10 º e 14° dia, os olhos abrem, mas a visão ainda não é considerada boa.

saiba-quais-sao-os-estagios-de-desenvolvimento-dos-caes

Foto: depositphotos

Transição: entre a segunda e terceira semanas

Durante esta transição, o filhote começa a sentir os dentes crescerem. Também consegue andar sozinho e aprendem a beber outros líquido sem ser o leite materno. A partir de então que começa a curiosidade para explorar o ambiente, tendo em vista que o olfato começa a funcionar e os ouvidos se abrem. Nesta fase, o peludinho já sabe “ir ao banheiro” sozinho.

Aprendizagem: terceira e quintas semanas

Até aqui a audição, visão e o olfato são sensores ainda mais evidentes. Após acordar o pet já possui a consciência de que precisa fazer suas necessidades longe de onde dorme e já o faz com excelência. A brincadeira com seus irmãos agora faz parte do seu dia a dia. Também aprende a latir, balançar o rabinho e começa a usar a boca para mastigação de alimentos sólidos e com o intuito de carregar coisas com ela.

Socialização: entre a quinta e oitava semanas

Com esta idade o filhote já pode ser levado para o novo lar e assim socializar junto a novos humanos e outros animais. Nesta fase, o desmame ocorre e os sentidos atingem o máximo de desenvolvimento, deixando o cãozinho mais coordenado.

Necessidade de exploração: da oitava semana até a 12ª

Socializar ainda faz parte do objetivo do animal nesta fase da vida, porém o foco agora parece ser explorar o ambiente, isto é, sair da zona de conforto. A partir do momento em que transita por lugares longe do seu espaço de dormir, brincar e fazer suas necessidades, este peludo começa a ter mais medo, pois vê coisas que nunca tinha tido contato.

Juventude: de três a seis meses

Apesar de ainda ser muito dependente do dono, o cão nessa faixa etária organiza melhor o seu tempo e o divide em brincadeiras, alimentação, soneca e exploração do ambiente. Para ter ainda mais consciência do local onde vive, o animal passa a ter determinados hábitos, como o de morder e colocar objetos na boca. Esta prática, além de ajudar no desbravamento do ambiente, também facilita à troca de dentição.

Passando pela adolescência: de seis meses à um ano

Independência é sinônimo desta fase da vida do cãozinho. Além disso, as variações hormonais surgem e consequentemente as fêmeas entram no cio e no caso dos machos iniciam um comportamento territorial.

Maturidade completa aos três anos

Com esta idade o animal consegue se estabelecer fisicamente, pois o tamanho já está definido. Como ainda é jovem, o cão pode ter muita confiança e saberá usá-la. A personalidade e o temperamento do peludo estarão completamente formados nesta fase, já com relação aos desvios comportamentais estes ainda poderão existir e também pode ser redirecionados.


Reportar erro