Picadas de cobras em cachorros: como devo agir?

A picada de uma cobra é algo que assusta a todos. Isso porque a picada pode ser fatal. Os primeiros socorros devem ser imediatos


Levar uma picada de uma cobra é algo que assusta a todos. Imaginem o desespero que é quando a fatalidade acontece com um ser que não consegue explicar o que aconteceu, como um cachorro.

Existem diversos tipos de cobras, algumas delas têm venenos, outras não. Por isso, se possível, o primeiro passo a ser feito quando acontece a picada de uma cobra ou qualquer animal peçonhento é identificá-lo.

As cobras venenosas costumam ter a cabeça triangular, como a cascavel, jararaca e cobra coral. O veneno do animal pode atingir os rins, as funções motoras, o sistema nervoso central e ainda provocar grandes hemorragias.

Picadas de cobras em cachorros: como devo agir?

Foto: depositphotos

Quando acontece da cobra não ser venenosa ou o veneno dela não ter chegado a atingir o cachorro, ocorrerá apenas uma dor intensa e inchaço no local onde ocorreu a picada. O local do cachorro que mais costuma levar picada é o focinho. Muitas vezes o animal tenta cheirar ou morder o réptil e para se defender, a cobra acaba picando-o.

O que fazer quando o animal é picado por uma cobra

Tente capturar (mas tome bastante cuidado para também não ser picado) e leve-a junto com o seu cachorro urgentemente para um veterinário. Mas caso você perceba que é perigoso demais, melhor não tentar se aventurar.

Tente restringir os movimentos do seu cachorro para que o veneno não se espalhe, pois isso dificultaria o tratamento e poderia arriscar a vida do seu pet. O site petcare, vinculado ao Pet Care Centro Veterinário, esclarece que na hora da picada é importante evitar sugar o veneno, aplicar gelo no local da ferida e fazer torniquete. Procure imediatamente um veterinário para que ele receba o tratamento de antibióticos, analgésicos e bastante soro.

Os cachorros que não apresentaram sinais clínicos após a picada da cobra devem ser observados por até 12 horas. Aqueles que apresentaram sintomas devem receber uma atenção por até 72 horas.


Informar erro