OPINIÃO: Tosar ou não tosar? Minha raça pode ser tosada?

O médico veterinário, Fábbio Ygor Rezende esclarece sobre tosa em diversas raças e tipos de pelagem. Confira


*Por FÁBBIO YGOR REZENDE

É sabido que muitas raças de cães são beneficiadas em sua beleza através da tosa dos pelos, porém, é preciso ter cuidado na raça que esta sendo tosada e no tipo de tosa.

Os cães têm variedades de pelos que de acordo com a origem da raça, podem ser pelos curtos, longos, lisos ou encaracolados. Além disso, algumas raças apresentam subpelos, que são dois tipos de pelos, sendo o pelo principal mais longo e o subpelo, o mais curto que lhes da uma característica felpuda.

Esta pelagem dupla cria uma camada de ar que protege o animal do calor e do frio, preservando assim a temperatura corporal, e só em calor ou frios extremos é que esses animais podem se sentir desconfortáveis.

OPINIÃO: Tosar ou não tosar? Minha raça pode ser tosada?

Foto: depositphotos

As principais raças que apresentam subpelos são: Collie, Pastor de Shetland, Lulu da Pomerania, São Bernardo, Terra Nova, Samoieda, Akita, Pastor Belga e Chow Chow.

Contudo, essas raças que apresentam subpelos não têm a recomendação de serem tosadas completamente, isso devido a possibilidade dos pelos demorarem muito para crescer, em alguns casos ate 2 anos, o que é chamado de alopecia pós tosa, e até a possibilidade de não crescerem, isso devido a alguma enfermidade associada, principalmente de caráter endócrino. Com base nisso, as tosas das extremidades dos pelos podem ser feitas pois preservam o subpelo e assim retardam muito a possibilidade de alopecia pós tosa.

Existe ainda a tosa higiênica, essa nada mais é que a retirada dos pelos genitais, região anal, abdome e coxins (almofadinhas) das patas. É uma tosa importante pois favorecem a higiene individual e a manutenção da saúde dos animais. Essa tosa não é restrita e pode ser feita em todas as raças, já que não comprometem a estética particular.

Animais que são tosados apresentam muitos benefícios. A redução na quantidade de pelos vai facilitar a visualização do tutor de feridas na pele bem como pulgas e carrapatos, vai reduzir a formação de nós e queda de pelos e consequentemente a prevenção de doenças de pele.

Portanto, a tosa tem um papel importante em grande parte das raças de cães, porém, em animais que apresentam subpelos, deve-se ter muito cuidado com a possibilidade de alopecia pós tosa. Por isso, é importante procurar o médico veterinário de sua confiança para uma orientação mais precisa e em particular para o seu animal.

*FÁBBIO YGOR REZENDE é Médico Veterinário, Pós-graduado em Dermatologia de Animais de Companhia e Pós-graduando em Endocrinologia Veterinária.

PARTICIPAÇÃO

Para colaborar com o Clube para Cachorro, basta enviar artigo para contato@ihaa.com.br

Os textos de opinião publicados não refletem, necessariamente, a opinião do Clube para Cachorro.


Informar erro