Não use nunca mais coleira errada no seu cachorro

Antes de escolher a coleira ideal para o seu melhor amigo canino, você deve considerar fatores como idade, tamanho e porte


Como você já sabe, o seu cãozinho também precisa de atividades físicas. Caminhar com o seu pet, além de fazer bem à saúde de ambos, pode ser bastante divertido.

Para que os passeios sejam mais seguros, é necessário utilizar uma coleira, mas, será que você está usando o acessório adequado para o seu cachorro?

Existe um jeito certo e errado de conduzir o seu animal de estimação. Neste artigo, confira algumas dicas para nunca mais usar a coleira errada no seu cãozinho.

Como usar coleira no cão de maneira adequada?

Não use nunca mais coleira errada no seu cachorro

Foto: depositphotos

Existe uma enorme variedade e tipos diferentes de coleiras, guias e peitorais disponíveis no mercado. Antes de escolher a coleira ideal para o seu melhor amigo canino, você deve considerar fatores como idade, tamanho e porte.

Uma coleira simples pode ser suficiente para passear com o seu cachorro de maneira segura, mas o tutor deve ter atenção com a segurança, resistência e conforto do acessório para o bichinho.

A coleira deve ter dois dedos de folga, mas também é preciso ter atenção para nunca ultrapassar essa medida para não facilitar a fuga do cão.

Como escolher a coleira certa para o meu cão?

O primeiro ponto que o tutor deve ter em mente é: não se preocupar apenas com a parte estética da coleira. Lembre-se que o acessório ideal para o seu pet será aquele que vai deixá-lo mais confortável e seguro.

Confira a seguir as principais características das coleiras adequadas ao uso canino:

Coleira tradicional

Normalmente fechada por fivelas de ferro ou plástico, a coleira tradicional é indicada para quase todos os tipos de raças e porte de cães. É considerada a melhor opção para o passeio e deve ser ajustada da maneira correta no pescoço do animal. As mais recomendadas são as feitas de nylon.

Guias

As mais indicadas são as guias de algodão, de corda, de couro ou nylon. A guia deve ser leve e resistente, mas o tutor também deve verificar se o produto é compatível com o tamanho do cachorro. Para permitir uma maior movimentação do animal, recomenda-se o uso de uma guia longa de 10 metros de nylon, corda ou algodão.

Peitoral

A coleira peitoral é muito indicada para cães pequenos e médios, para raças com pele sensível e que possuem pouca massa muscular no pescoço. A desvantagem é que esse acessório facilita que o cachorro puxe durante o passeio.

Headcollar

O headcollar é indicado para os tutores que não conseguem conduzir o cão com uma coleira simples, principalmente se o animal for de porte grande ou gigante. Esse acessório é uma coleira que envolve a cabeça e o focinho do cão, tornando a condução mais fácil, mas sem machucar e nem enforcar o seu animal de estimação.


Reportar erro