Edema na pata do cão: como devo tratar e quais cuidados devo ter

Embora seja algo comum, é preciso sempre ficar atento quando os edemas aparecerem. Alguns podem resultar em febres e outros danos


A pata é uma parte de corpo do cachorro que constantemente está exposta e pode sofrer algum tipo de machucado. Os edemas que surgem nas patas podem ter diversas origens, como: reações alérgicas, picadas de insetos, torções e inflamações.

Embora seja algo comum, é preciso sempre ficar atento quando os edemas aparecerem. Alguns podem resultar em febres e outros danos.

O livro Primeiros Socorros para Cães e Gatos, da autora Amy D. Shojai, ensina aos tutores de cães o que fazer quando aparece algum inchaço na pata do animal.

Inchaço na pata do cão

Edema na pata do cão: como devo tratar e quais cuidados devo ter

Foto: depositphotos

Observe sintomas sérios

Caso você note que seu cachorro está mais triste, desanimado, sem comer, com a pata inchada por mais de 48 horas e não consegue apoiar uma das patas no chão, leve-o ao veterinário, pois ele pode estar com o membro lesionado e precisará de cuidados médicos. Fique atento também caso o animal apresente febre.

Coloque uma compressa gelada

Se o animal não apresenta nenhum dos sintomas descritos acima e possui apenas a pata inchada, isso pode significar que ele torceu, contundiu ou estirou a pata. Nesse caso, faça uma compressa gelada no local onde há o edema. Isso fará com que o organismo do cão pare de liberar substâncias químicas que provocam edema e inflamação, além de aliviar as dores.

Você pode molhar uma toalhinha com água gelada e colocar sobre o machucado, depois, ponha por cima dela uma compressa gelada ou uma bolsa de gelo. Deixe a compressa por aproximadamente 20 minutos. Repita o procedimento várias vezes ao dia.

Se o edema for causado por um abscesso

Os edemas que são resultado de um abscesso, costumam ser quentes e ocasionar febre no animal. Substitua uma compressa gelada por uma quente, isso irá atrair a circulação sanguínea para a região, acelerando a cura e ajudando a apontar o “olho” da infecção.

Molhe um pano limpo com água quente (temperatura suportável) e torça-o. Aplique sobre o edema duas a cinco vezes, alternando cinco minutos de aplicação com cinco minutos de descanso, até que o pano fique frio. Não coloque compressas quentes nas axilas nem na região de virilha.

Para reações alérgicas

Alguns edemas podem ser resultados de algum tipo de reação alérgica à picada de inseto ou uma sensibilidade alimentar. Você pode dar ao seu animal um anti-histamínico à base de difenidramina para ajudar a combater a inflamação e o edema. Mas caso você não tenha certeza se essa é a causa do inchaço da pata do seu animal, leve-o ao veterinário.


Informar erro