Descubra como saber se o seu cão tem filariose

A filariose é algo bastante comum nos cachorros. Ela pode ser altamente agressiva e levar o seu cão ao óbito. Saiba como identificar a doença


A filariose, que também é conhecida por “verme do coração”, é uma doença bastante comum nos cachorros.

Ela pode ser altamente agressiva e levar o seu cão ao óbito caso não seja tratada a tempo. Saiba como saber se seu animal possui a enfermidade.

A doença é causada pelo verme Dirofilaria immitis, transmitida através da picada de um mosquito contaminado. Ele se hospeda no ventrículo direito do coração e nos vasos sanguíneos pulmonares e se reproduz, obstruindo o fluxo do sangue.

Depois de reproduzir e crescer, o verme é transportado para o coração. Esse processo pode durar entre 80 e 120 dias. Ele pode chegar a viver até sete anos dentro do cachorro.

Descubra como saber se o seu cão tem filariose

Foto: depositphotos

O número dos vermes reproduzidos pode chegar a mais de 100. Eles se alimentam de nutrientes que roubam do organismo canino através da circulação sanguínea, o que prejudica de forma drástica a saúde do animal.

A maioria dos cães está sujeita a contrair a filariose. Mas os que mais têm chance de se contaminar são os que vivem em regiões litorâneas e perto de áreas de mata.

O grande problema da filariose canina é ela ser uma enfermidade muito silenciosa. Muitas vezes a doença só é detectada depois de já ter feito grandes danos à saúde do cachorro.

É difícil perceber os sintomas da doença antes de sua evolução. Por isso é de fundamental importância levar sempre o cachorro ao veterinário para fazer check up e garantir que não há nada de errado com ele.

No geral, os sintomas que aparecem nos cachorros que portam a filariose são: aumento do ritmo cardíaco, tosse, dificuldade de respirar, cansaço, fadiga, indisposição, sangramentos no nariz e falta de apetite.

Existem tratamentos que ajudam a evitar a proliferação do verme. Para isso é imprescindível a consulta com um especialista que acompanhará o caso mais de perto.


Reportar erro