Como posso descobrir a raça do meu cachorro?

Observar a aparência e o temperamento do seu cão pode ajudar a descobrir a sua origem, identificando traços em comum com determinadas raças


Existem milhares de raças de cachorros no mundo e identificá-las pode não ser uma tarefa muito fácil, principalmente quando o animal é filhote ou resultante de um cruzamento de duas raças diferentes.

Muitos tutores ainda têm curiosidade em relação à origem do seu pet, e esta informação pode ajudar a cuidar do cãozinho da maneira correta, uma vez que poderá auxiliar na identificação da predisposição a certas doenças e problemas de comportamento.

Se você gostaria de descobrir a raça do seu cachorro, continue lendo este artigo.

Como posso descobrir a raça do meu cachorro?

Foto: Pixabay

Observando as características físicas do cachorro

Observar a aparência do seu animal de estimação pode ajudar a descobrir a sua ascendência ao identificar traços em comum com determinadas raças. Confira a seguir:

  • Tamanho do cachorro

O porte do cachorro está relacionado à raça. Se ele for muito pequeno (peso de 2,2 a 4,5 kg), ele deve possuir ascendência de raças muito pequenas, como, por exemplo, os Poodles Toy, Shi Tzus e os Chihuahuas.

Caso ele tenha porte médio (peso de 4,5 até 22,6 kg), ele pode ter genes de raças como Terriers e Spaniels. Já as raças de grande porte (peso de 29 a 45 kg) englobam cães como os Pastores, Golden Retriever e Setter Irlandês.

O cachorro pode ainda ter ascendência de raças de porte gigante (peso que se aproxima aos 90 kg), como São Bernardo ou Mastiff Inglês.

  • As orelhas

Observe o tamanho, formato e a posição das orelhas, pois elas também ajudarão a identificar a raça do seu amigo canino.

Por exemplo, as raças como Pastor Alemão, alguns Terries e Huskies Siberianos apresentam orelhas pontiagudas e em pé; enquanto os Chihuahuas possuem orelhas grandes e totalmente eretas.

  • O tamanho e formato do focinho

Algumas raças de cachorro possuem um focinho mais achatado (como, por exemplo, o Sharpei), enquanto outras apresentam um focinho pontiagudo (Weimaraner, por exemplo).

  • O tamanho e a forma da cauda

A cauda do cão também serve como indicativo da raça, pois cada uma apresenta um formato diferente.

Em algumas raças, a cauda faz uma espécie de caracol, como o Chow Chow ou o Pug.

As caudas compridas são características de raças como Husky ou Pastor Alemão; enquanto as caudas extremamente curtas são encontradas em algumas raças como Boxer ou Rottweiler.

  • O formato da cabeça do cão

Os cães que apresentam cabeças bastante arredondadas (formato de maçã) podem ser da raça Chihuahua; se a cabeça tiver um formato quadrado, o animao pode ter genes da raça Boston Terrier.

Já os cachorros da raça Pointer apresentam o rosto côncavo; e os cães com rostos convexos possuem ascendência relacionada aos Bull Terriers.

Observando o temperamento do cão

Além de observar as características do seu animal de estimação, você também deve observar o seu temperamento. Veja se ele é brincalhão, divertido, inteligente, se está sempre alerta ou é preguiçoso.

Por exemplo, o Braco Alemão é um cão muito ativo, inteligente e excelente caçador.

Além de observar todas as características do seu cachorro, você também pode perguntar ao veterinário sobre a raça do animal. Existe ainda um teste de DNA, mas o preço é muito elevado.


Reportar erro