Cadela fica cega e surda e prova que isso não impede sua felicidade

Sofrendo de uma doença autoimune que resultou na perda de sua audição e visão, Margaux continua tendo uma vida feliz como qualquer outro cachorro


Margaux é uma poodle que tem uma incrível história de superação. Mesmo após perder a audição e a visão, ela não se mostra abalada por sua limitações e continua vivendo a vida feliz, como qualquer outro cãozinho. Seus amáveis tutores e os outros cães da família também são uma parte importante disso.

Fotos: Reprodução/ Facebook/ Root for Poodle Margaux

A poodle de 12 anos de idade, foi diagnosticada com uma doença autoimune há três anos e desde lá, seus tutores vem administrando remédios. Infelizmente, no inicio desse ano, eles descobriram que a doença estava atacando os olhos dela. “Ela não conseguia entender para onde estava indo e ficava andando em círculos,” contou Scott Jordan, tutor de Margaux, ao The Huffington Post.

Margaux que já era surda, precisou retirar os olhos cirurgicamente para que sua condição não se agravasse. Com isso, várias pessoas sugeriram que talvez fosse a hora de submeter a cadela à eutanásia para que ela não sofresse com mais nada. Mas seus tutores, conhecendo a sua cadela, sabiam que mesmo nessa condição, ela ainda tinha a capacidade de amar a vida.

Para ajudar a Margaux a se locomover pela casa, seus tutores começaram a usar almofadas perfumadas em certos pontos da casa para que com a ajuda do seu olfato, a cadelinha se acostumasse ao ambiente. Segundo Scott, ela se adaptou rapidamente e voltou a ser a cadela feliz, valente, doce e inteligente que sempre foi.

Além de seus tutores, Margaux vive com três irmãs biológicas, mas nascidas em ninhadas diferentes. Para elas nada mudou e continuam brincando com a irmã especial do mesmo jeito.

Mas parecem perceber que as vezes a sua irmã mais velha precisa de ajuda. Sempre que vão em algum passeio, Scott junta a guia de Margaux com a de uma de suas irmãs e elas parecem perceber que tem uma importante responsabilidade.

“Eu acredito que se ela ficar em perigo, por mínimo que seja, as suas irmãs vão ter capacidade de ajudar ela,” contou Scott. Os tutores de Margaux criaram um site para compartilhar a história e o dia-a-dia da poodle e para que a história dela possa servir de inspiração para várias pessoas.

 

Com informações de The Huffington Post


Informar erro