Cadela adota e amamenta bezerro no Espírito Santo

Apesar de mamar na cadelinha, a bezerra também recebe leite em uma mamadeira duas vezes por dia


Em uma fazenda de Guaçuí, cidade no interior do Espírito Santo, uma cadelinha que se chama Malhada, teve uma ninhada de seis filhotes e não satisfeita, decidiu adotar uma bezerrinha que havia sido afastada da mãe.

A dupla ganhou fama após um vídeo em que mostra a vaquinha mamando em Malhada.

A cadela, que era de rua, chegou na fazenda há pouco mais de um ano. À principio,  ela só ficava com as vacas no pasto, mas após alguns meses pegou confiança do rebanho e começou a frequentar o curral.bezerra-flor-sendo-amamentada-por-cadela-malhada

Em entrevista à Tv Gazeta do Espírito Santo, o funcionário da fazenda Rodrigo Barbosa contou que a cadela gosta de ficar deitada entre os bezerros por causa do frio que faz de manhã cedo. “Um dia quando a gente percebeu, a bezerra estava mamando nela,” contou.

malhada-dando-de-mamar-para-flor

Segundo o veterinário Stelio Simões, a bezerra foi separada da mãe após o nascimento para que pudesse manter o sistema da filhote imune, usando uma mamadeira para amamentá-la duas vezes ao dia. Coincidentemente, isso se deu na mesma época que Malhada teve seus filhotes.
cadela-malhada-amamentando-seus-filhotes

Ainda segundo Stelio, a duração da relação materna entre as duas não vai durar mais tanto tempo. “A bezerra é muito bruta, dá muita cabeçada. E a gente tem medo de machucar. E também tem o outro lado, que a cadela está produzindo leite para seis filhotes. Se continuar, ela não vai ter alimentação para os seus filhotes”, afirma Stelio.

 

Com informações de Gazeta Online


Reportar erro