8 verdades sobre banhos em cães que você precisa saber

O blog ‘Pet Care Centro Veterinário’ respondeu às principais dúvidas relacionadas aos banhos dos cães. Confira


Na hora de fazer a higiene do bichinho de estimação sempre surgem algumas dúvidas relacionadas ao ato de dar banho nos animais. O que é natural para os seres humanos uma vez que se precisa de uma certa parcimônia quando o assunto é relacionado ao seu pet.

O blog ‘Pet Care Centro Veterinário’ respondeu às principais dúvidas relacionadas aos banhos dos cães. Confira.

1. Banho caseiro

A primeira dica se refere ao local que você escolheu para dar banho no seu animal. Certifique-se de ser um espaço seguro, sem o risco de quedas ou acidentes. Utilize água morna, secador e toalha. O sabonete e shampoo devem ser de uso veterinário ou então neutros.

8 verdades sobre banhos em cães que você precisa saber

Foto: depositphotos

Proteja os ouvidos do seu bicho com algodão que para não entre água neles, mas faça isso com cuidado para que o algodão não fique preso dentro das orelhas do animal. Portanto, escolha pedaços grandes. Inicie jogando água na cabeça e depois siga para o restante do corpo.

2. Quantidade de banho

De acordo com o artigo do blog ‘Pet Care Centro Veterinário’, os cães devem tomar banho uma vez na semana ou a cada 15 dias. Tudo vai depender do tipo de pelagem e do quanto eles se sujam.

3. Escolha dos itens de limpeza

O ideal é escolher sempre produtos como shampoos e sabonetes neutros ou os itens indicados pelo médico veterinário.

4. Temperatura da água

A temperatura da água deve ser morna. Nunca exagere na dose, pois água muito quente pode incomodar o bichinho, assim como fria demais. Observe sempre o clima, se estiver um dia muito quente, até mesmo a água da torneira torna-se agradável.

5. Secar a pelagem

O primeiro passo é secar com uma tolha. Depois, a depender da temperatura ambiente, você pode usar o secador. Nos animais com pelos maiores é recomendado o uso do vento artificial e nos dias mais quentes, você pode usar o vento frio do secador.

6. Contraindicações

Alguns problemas podem surgir depois de banhos feitos de modo errado. Os mais comuns são as infecções nos ouvidos dos bichinhos, como as otites. Mas também é possível o desenvolvimento de úlceras nas córneas, por conta do shampoo, aumento de temperatura corpórea e irritações de pele. Não é recomendado o banho em filhotes com menos de 40 dias e, a partir disso, só leve seu animal para pet shops depois dele ter tomado todas as vacinas para evitar contaminações por outros bichinhos.

7. Queda de pelos

Ainda de acordo com o artigo do blog, os animais com pelo curto trocam sempre de pelo. Já os de pelos mais longos precisam ser tosados. É comum a queda de alguns deles, mas em demasia pode significar algum problema.

8. Acessórios

Só use bucha durante o banho nas áreas nas patas. Evite esfregá-la diretamente nos pelos dos animais.


Informar erro