5 dicas para encontrar o hotelzinho perfeito para o pet nas férias

O primeiro passo é visitar os hotéis da cidade para verificar como é a segurança, rotina e higiene dos locais que podem receber o peludo


Junto com a chegada das férias de final de ano vem também um questionamento para os tutores de cães: onde deixar o animal de estimação? Infelizmente, nem sempre é possível levar o pet para curtir a folga que vem após as festas de encerramento de ano, seja pela falta de dinheiro ou pelo destino que não possui estruturas físicas para acomodar o peludo.

A preocupação dos tutores aumenta quando não se tem com quem deixar o cachorrinho em casa e é claro que a viagem só será tranquila quando existir a certeza de que o animal estará em boas mãos. Pois é exatamente neste ponto que entra os hotéis para os cães, um tipo de serviço que cresce cada vez mais no Brasil e tem sido de grande utilidade para os tutores.

Assim, é preciso escolher a empresa mais especializada e que oferece os melhores serviços para o melhor amigo do homem. Quem tem este interesse, tem que ficar atento a alguns pontos antes de escolher o lugar para deixar o peludo.

5 dicas para encontrar o hotelzinho perfeito para o pet nas férias

Foto: depositphotos

Dicas para ajudar na escolha do hotelzinho ideal

Entenda como será a rotina

O primeiro passo é visitar os hotéis da cidade para escolher o melhor lugar para abrigar o pet durante a viagem. Entre os pontos que precisam ser levados em consideração está o da rotina oferecida ao animal pelo hotel. Isto porque, enquanto o tutor estiver de férias, o pet também estará, sendo assim ele precisa desfrutar de um período de diversão, descanso, socialização e alimentação adequada. Desta forma, é importante conferir as programações de cada estabelecimento.

Avalie a segurança do local

A segurança do animal é outro ponto que deve ser levado em consideração antes de fechar o acordo com uma empresa de estadia para cães. Assim, o tutor precisa avaliar se o animal estará bem cuidado, em segurança, sem risco de fuga ou até mesmo o ambiente, para saber se o peludo pode se ferir em alguma briga ou brincadeira. Além disso, é bom lembrar que existem alguns estabelecimentos com monitoramento 24 h e podem transmitir para o celular do tutor fotos e vídeos do pet. Inclusive, este pode ser um ponto para escolher em uma indecisão.

Verificar a higiene das instalações

Ficar atento a limpeza do local é uma maneira de manter o pet saudável, pois evita que o cachorro contraia pulgas, carrapatos ou se alimente em áreas contaminadas. Por isso, avaliar o ambiente é uma das tarefas que todo responsável por peludos deve fazer antes de tomar a decisão de deixar o animal em hoteizinhos.

Ter um período de adaptação

Depois de levar em consideração tais pontos citados acima, o tutor deve escolher o ambiente ideal e levar o animal até o hotelzinho como forma de adaptá-lo ao novo espaço. Esta técnica funciona, pois aos poucos o cachorro vai reconhecendo o local, as pessoas que trabalham por lá e até os outros hóspedes. Existem até empresas que incluem no pacote a adaptação.

A internet pode ser uma aliada

A última dica, mas não menos importante, é relacionada as formas de encontrar hotéis especiais para os cães. Nem sempre é possível encontrá-los dentro da cidade, mas há a possibilidade de achar em cidades próximas. Neste sentido, a internet facilita muito a vida do tutor, que pode escolher o hotel através de plataformas, a exemplo do Pet Booking (www.petbooking.com.br).


Informar erro