10 fatos sobre cães que vão te surpreender

Como os cães conseguem beber água? E como os cães-guias veem o trabalho por eles elaborado? Já se perguntou por que o focinho deles é molhado? Descubra


Que os cães amam incondicionalmente, todo mundo sabe. Os peludinhos conseguem ser muito agradecidos aos humanos que tentam lhe ajudar em situações de risco.

Um bom exemplo disso é o relacionamento entre um cão adotado e a pessoa que o resgatou, o amor e a gratidão são evidentes nesses casos.

Entretanto, existem informações sobre os cães que nem todo mundo tem conhecimento. Por essa razão, o Clube separou alguns fatos curiosos sobre a personalidade canina.

10 curiosidades sobre cachorros

10-fatos-sobre-caes-que-vao-te-surpreender

Foto: Pixabay

1. Como os cães conseguem beber água?

Muitas pessoas podem se questionar sobre como os cães conseguem beber água apenas passando a língua no líquido.

Na verdade, é que esses peludos dobram a ponta da língua onde a água é aderida e depois levam até a boca. E como eles fazem isso com muita agilidade, conseguem saciar a sede rapidamente.

2. O melhor amigo do homem não curte abraços

Para os seres humanos, o ato de abraçar é uma referência de carinho. Esta conduta sempre é utilizada pelas pessoas que se gostam e querem mostrar o afeto que sentem.

Entretanto, nas cabecinhas peludas dos cãezinhos colocar a mão ou a pata sobre o outro animal é sinônimo de dominação. E não, os pets não querem está na situação de dominados. Por isso, preferem uma lambidinha ou um abanar de rabo.

3. Cães-guias sabem a hora certa de trabalhar

Além de oferecerem muito amor, os cães-guias são essenciais para as pessoas com deficiência visual, tendo em vista que eles facilitam a locomoção de seus tutores. Entre tantos treinamentos que esses pets passam, um deles chama atenção: saber a hora certa de trabalhar.

Para esses animais, a coleira serve de uniforme, que ao ser colocada é um sinal de que o trabalho vai começar. Sem ela, eles são brincalhões como todo cãozinho.

4. Os peludos aprendem rápido

É claro que isso vai depender da paciência e disponibilidade do tutor, mas todo cachorro consegue aprender rápido o que lhe é passado com as devidas orientações.

Eles são capazes de compreender 250 palavras e gestos. Todavia, é necessário que o dono esteja empenhado em ensinar através da repetição.

5. Focinho molhado, direção correta

A umidade no focinho do cachorro é utilizada por ele para identificar a direção correta do cheiro. Como se sabe, os cães possuem um olfato muito apurado e essa característica ganha ainda mais força quando os focinhos estão molhados.

6. Origem das coleiras pontiagudas

Hoje em dia as coleiras pontiagudas são vistas como itens prejudiciais para os cães, mas na Grécia antiga, quando elas foram inventadas, as pessoas utilizavam desse acessório como forma de proteger os cachorros.

Isso porque a função da coleira era prevenir ataques de lobos que focavam no pescoço do peludo.

7. Patas com cheiro de salgadinho de milho

Como os pets suam pelos coxis -almofadinhas nas patas dos cães- acabam concentrando bactérias nessas regiões.

Estes parasitas acabam exalando um odor semelhante ao de salgadinho de milho, por essa razão o fenômeno ficou conhecido como “Frito Feet”. Vale salientar, entretanto, que esse cheiro é natural dos animais.

8. Audição excelente

Assim como o olfato, os cães também possuem a audição bem apurada. Tanto que conseguem ouvir barulhos que os seres humanos não reconhecem, mesmo que estejam à mesma distância do som.

Um bom exemplo desse caso é uma música gravada por Paul McCartney, chamada de “A day in the life”. Na canção há um assobio agudo que só pode ser ouvido pelos cães.

9. Cães viajantes

Na Rússia até os cães andam de metrô. Isso porque alguns animais aprenderam a pegar determinadas conduções e assim viajarem para outras regiões em busca de abrigo e alimentação.

Não são todos que possuem esta habilidade de sobrevivência, mas boa parte deles sabem como fazer isso.

10. Os pets podem ajudar a recuperar traumas em humanos

Sem julgamento, os cães escutam aqueles que querem desabafar. Por essa razão, acabam ajudando as pessoas a superarem traumas da via.

Seja para aprimorar leituras, a fala ou até mesmo para ouvir histórias tristes, os cães são ótimos. Além do silêncio compreensivo, o melhor amigo do homem transmite tranquilidade.


Reportar erro