Queda dos pelos dos cachorros: causas e tratamentos

Doenças no pelo ou na pele do animal podem ser a causa da queda anormal dos pelos


Seu cão está soltando muito pelo? Isso pode acontecer por diversos motivos, podendo ser ou não naturais. A queda fisiológica é decorrente do envelhecimento do próprio pelo do cachorro, ou do folículo do pelo – sua raiz –, que cai para que outro nasça no lugar. Ela acontece normalmente em dias de verão, e não acontece em um local específico da pelagem do cão, mas de maneira uniforme em todo o corpo. Isso não significa, no entanto, que o cão vai ficar careca: a queda somente é percebida com observação, pois os pelos apenas ficam menos densos.

Queda patológica

A queda patológica, também conhecida como alopecia, é a queda anormal dos pelos, que pode ter diversas causas. Doenças no pelo ou na pele do animal, como micoses, eczemas e sarna, por exemplo, além de muitas outras, podem ser a causa da queda anormal dos pelos.

Outra possível causa está relacionada às doenças nutricionais ou ainda infecções. A avitaminose, que representa a ausência da vitamina A no corpo, pode causar a queda dos pelos, assim como a perda do brilho e da resistência dos mesmos.

Doença do carrapato, assim como desordens hormonais e até mesmo o estresse podem ser também causas para a queda dos pelos do cachorro. Mas atenção: fique atento, pois, queimaduras causadas por eletricidade e calor excessivo podem causar a queda dos pelos, além do envenenamento. Por isso, as consultas rotineiras, assim como as consultas quando notamos qualquer aspecto diferente, são tão importantes.

Queda dos pelos dos cachorros: causas e tratamentos

Foto: Pixabay

Quando procurar um veterinário?

É importante procurar um veterinário quando a queda dos pelos for algo realmente fácil de ser percebido, acontecendo a queda irregular dos pelos: em partes do corpo pode ser percebida de forma muito mais intensa do que nas outras.

Observe ainda se junto à queda há a ocorrência de prurido, avermelhamento ou inflamações, de forma que fica mais fácil definir a causa da queda.

Prevenindo a queda

É importante sempre fazer consultas regulares ao veterinário, além de fornecer alimentação adequada ao seu pet, balanceada com todos os nutrientes. É essencial realizar a vacinação e vermifugação, assim como controle dos parasitas externos.

Para que o cão tenha uma pelagem bonita, é importante tomar alguns cuidados, como escová-los diariamente, além da exposição ao sol.

Como tratar?

Antes de mais nada, é essencial descobrir qual a real causa da queda dos pelos, para que o tratamento seja feito de acordo com o diagnóstico específico do cão. Para o diagnóstico, podem ser realizados exames visuais, com uma lupa, além de análise sob a luz ultravioleta, raspagem, biópsia de pele e exames de sangue e urina.

Os pelos demoram um tempo para crescer, o que também vai depender de qual foi a causa da queda. As lesões superficiais têm uma regeneração mais rápida e o crescimento normal do pelo. Caso sejam lesões mais profundas, pode ser que o pelo não volte a crescer, formando uma cicatriz.

Atenção: nunca faça o diagnóstico sozinho. É essencial que o médico veterinário seja consultado para avaliar a situação de saúde do seu pet. Isso pode, inclusive, fazer toda a diferença entre salvar o seu cão de uma doença mais complicada ou perdê-lo para a doença.


Reportar erro