Os cachorros têm chulé?

Alguns tutores relatam que as patinhas dos cães têm um cheiro de salgadinho de milho ou pipoca; entenda


Assim como as nossas mãos e pés necessitam de cuidados, as patinhas dos cães também merecem atenção especial. Com o tempo seco, os cães podem rachar ou até sangrar as suas patas e os cuidados devem ser dobrados no verão, pois eles podem se queimar no solo quente. Além disso, cortes e arranhões também podem afetar esta região, levando o cãozinho a mancar.

E, quando se fala nas patinhas dos cães, algumas pessoas se perguntam: os cachorros também têm chulé?

Sim, os cães têm chulé!

Muitos tutores já tiveram a curiosidade de cheirar a patinha do seu cachorro e relataram sentir um odor que incomoda, como se fosse de salgadinho de milho ou de pipoca. Se o cheirinho é agradável ou não, vai depender da pessoa, mas, sim, realmente existe um odor diferente nesta parte do corpo dos cães. Isto indica que, assim como nós, seres humanos, os cachorrinhos também têm chulé.

Os cachorros têm chulé?

Foto: Reprodução/ internet

Mesmo que toda a higiene seja mantida em dia, todos os cães possuem fungos e bactérias em suas patinhas. Além de ser a região do corpo que está em contato com o chão e as sujeiras ali presentes, as patas, seus pelos e almofadas também servem para os cães transpirarem, deixando a região úmida.

Mas não se preocupe! O chulé dos cães é algo natural e só deve ser motivo de preocupação caso o cheiro esteja bastante forte ou diferente do costumeiro. Nestes casos, procure um veterinário imediatamente, pois pode ser sinal de problemas como infecções, unha encravada, algum corpo estranho dentro da pata ou um tumor.

O tutor também deve ficar atento a outros sinais diferentes que possam aparecer na patinha do seu animal de estimação, como vermelhidão, rachaduras e secreção. Checar e limpar entre a almofada desta região também é importante para garantir o bem-estar e saúde do seu pet, além de cortar as unhas.


Reportar erro