É possível contratar seguros de saúde para cachorros?

Embora eles já sejam bem difundidos em países como a Inglaterra e Estados Unidos, no Brasil, ainda é um serviço relativamente novo


Pelo fato de muitas pessoas enxergarem o cachorro de estimação como parte da família, não há como medir esforços para proporcionar o melhor para ele, em qualquer que seja o sentido. Isso também parte como responsabilidade por estar lidando com uma vida, comparando com qualquer ser humano, além de se tratar de um ente querido. Quando o animal é acometido por um problema de saúde, tudo se torna mais complicado, incluindo os gastos fora do orçamento. Mas, você sabia que já existe plano de saúde ou seguro de saúde para os cachorros? Entenda um pouco mais sobre isso:

Embora eles já sejam bem difundidos em países como a Inglaterra e Estados Unidos, no Brasil, ainda é um serviço relativamente novo. Talvez seja por esse motivo, a procura por informações sobre os seguros de saúde para os pets cresceu. Mas, antes de contratar qualquer serviço, é preciso prestar bastante atenção nas modalidades que ele oferece. Isso ajudará a resguardar seu bichinho de estimação de possíveis “atropelos” futuros. Com ajuda da internet, você também pode encontrar várias concessionárias que trabalham, especificamente, com o seguro de saúde para pets.

Serviços oferecidos pelos seguros de saúde

Geralmente esses serviços funcionam de forma a prestar assistência aos cachorros, semelhante ao plano de saúde dos humanos. Eles acobertam os pets em casos de acidentes ou problemas de saúde. Dependendo da modalidade contratada, o animal pode ter acesso a serviços como: consultas, exames diagnósticos, intervenções cirúrgicas, hospitalização, fornecimento de medicamentos e até assistência domiciliar.

É possível contratar seguros de saúde para cachorros?

Foto: Depositphotos

É importante lembrar que não é por que o serviço não está descrito no contrato que ele não pode ser oferecido ao cachorro. Nesses casos, os donos são informados sobre os adicionais. Entre os serviços que podem ser oferecidos estão: assistência 24h; indenização por morte ocasionada por acidente ou roubo do animal; em caso de morte, enterro ou cremação do cachorro. Quando o cachorro desaparece, dependendo da abrangência dos serviços, a busca também pode ser inclusa.

Precauções na hora de contratar

Para evitar contratempos, os donos devem ficar bem atentos quanto as cláusulas do contrato. Isso porque, algumas medidas são obrigatórias. Algumas administradoras obrigam o animal a receber um microchip de identificação, outras delimitam a idade mínima e máxima para que o dono contrate o serviço e não aceitam aqueles pets que já apresentam algum tipo de doença. Também é necessário que o calendário de vacinação seja rigorosamente cumprido.

Também é muito importante que os donos que desejam contratar o seguro de saúde para o seu cachorro fiquem por dentro também das limitações nos serviços. Por exemplo, aquele animal que costuma engolir objetos, esse tipo de acidente é coberto apenas uma vez por ano; os gastos com internação só serão cobertos pelos planos quando ultrapassarem 24h consecutivas; os gastos com atendimento apresentam limite quanto a soma assegurada por anuidade do seguro, podendo variar de animal para animal.


Reportar erro