Piometra em cadelas, uma infecção super perigosa

A piometra é uma infecção que ocorre nas cadelas, podendo levar à morte


Já ouviu falar em piometra? Essa palavra chega a assustar alguns donos de cadelas. Piometra é uma infecção que pode atingir o útero das cadelas e causar sérios danos. Conheça um pouco mais sobre essa infecção, como ocorre, os tipos de piometra, quais seus sintomas e como tratar.

O que é piometra?

Piometra é uma infecção bacteriana que ocorre no endométrio (tecido que reveste as paredes internas do útero) devido a um prolongado estímulo hormonal. Essa invasão bacteriana é facilitada pelo acúmulo de líquido no lúmen uterino e glândulas endometriais, em conjunto com a diminuição da contratilidade do miométrio que é causada pelo hormônio progesterona.

Nas cadelas, essa é uma patologia comum, porém a patologia primária geralmente se deve a uma hiperplasia endometrial cística, gerada pela contínua exposição do endométrio, a progesterona durante um certo período de tempo.

Quando a cadela é castrada e tem seu útero removido, não corre o risco de ter piometra!

cadelas

Foto: Reprodução

Como pode ocorrer?

Durante o cio, os glóbulos brancos do sangue, que normalmente protegem o organismo contra infecções, são inibidos de entrarem no útero. Isso permite que o esperma entre no aparelho reprodutor da fêmea sem ser danificado ou destruído pelos glóbulos brancos. Quando se passa o cio da cadela, o hormônio progesterona continua com os níveis elevados por até dois meses e causa o espessamento da parede do útero, preparando o útero para uma possível gravidez e desenvolvimento dos fetos.

Caso a cadela não fique prenha por vários cios seguidos, o revestimento do útero continua aumentando sua espessura, podendo formar até cistos dentro dos tecidos, a hiperplasia endometrial cística. O endométrio começa a expelir fluidos que criam o ambiente ideal para as bactérias se proliferarem. Os altos níveis de progesterona inibem a capacidade dos músculos na parede do útero a se contraírem e expelirem líquidos ou bactérias acumuladas. Essas bactérias que estão no útero podem se instalar nos rins pela corrente sanguínea e levar até as cadelas a morte.

Os tipos de piometra

Há dois tipos de piometra: a aberta e a fechada. Nesta primeira a cadela apresenta um corrimento com pus e a cérvix aberta, geralmente acontece após dois meses que a cadela teve cio.

Na piometra fechada, ou colo uterino fechado, não há corrimento, e essa é uma forma mais silenciosa da doença. Esse é o tipo mais perigoso já que normalmente o dono só percebe a doença quando ela já tem atingido um estágio muito avançado.

Os sintomas

Entre os principais sintomas da piometra temos:

  • Descarga vulvar com líquido espesso, escuro e fétido.
  • Pus que pode ou não escorrer da vagina (na piometra aberta)
  • Aumento da sede
  • Aumento da micção.
  • Alargamento do abdômen
  • Inconsciência
  • Falta de apetite
  • Perda de peso
  • Febre
  • Desidratação

O tratamento

Assim que a Piometra for diagnosticada pelo veterinário, provavelmente a cadela irá ficar internada. Receberá remédios intravenosos e antibióticos para combater a infecção. Após estar estabilizada a infecção, é aconselhável fazer a castração para que o quadro não piore ou que a piometra volte a acontecer.


Reportar erro