Otite em cães – Cuidados e tratamentos

Otite é uma inflamação do conduto auditivo que acaba por produzir uma cera de coloração alterada e em quantidades descontroladas


Muitos donos observam seus cães coçando os ouvidos, sacudindo a cabeça, ou ainda chorando quando coçam as orelhas. Isso, normalmente, é o primeiro sinal de que seu cão pode ter otite.

O que é otite?

A otite é uma inflamação do conduto auditivo que acaba por produzir uma cera de coloração alterada e em quantidades descontroladas. A doença é uma inflamação seguida de uma infecção, e é muito comum em cães devido ao formato de suas orelhas. Estas possuem um canal comprido e fechado e, por isso, é um ambiente propício para o aparecimento e desenvolvimento de ácaros, fungos e bactérias.

Otite em cães

Foto: Reprodução

Existem algumas raças de cães que possuem mais facilidade para adquirir problemas como a otite, como Golden Retriever, Basset Hound, Cocker Spaniel, entre outros, pois estes possuem orelhas maiores.

Sintomas

Entre os sintomas mais comuns estão a coceira intensa, a dor e o choro ao coçar, cheiro forte no ouvido, excesso de cera, balanços frequentes da cabeça de um lado para o outro e, além disso, a perda de apetite que pode ser ocasionada devido à dor que o animal sente. Pode haver ainda perda da audição nos cães, ferimentos periauriculares – próximos às conchas auditivas –. inchaço na região das orelhas, vermelhidão, escurecimento ou aparecimento de crostas no ouvido do animal. A otite pode ser diagnosticada por meio dos sintomas do animal, que devem ser relatados ao médico veterinário.

Como tratar?

Quando você reparar nos sintomas, procure levar seu cão até o médico veterinário, que poderá identificar a doença por meio de seus relatos. Além disso, pode ser feito pelo profissional um exame conhecido como otoscopia, que serve para visualizar dentro do ouvido do cão e coletar um pouco da cera para análise em microscópio. Isso ajuda a definir se a doença está sendo causada por um fungo ou uma bactéria. Outros exames também podem ser realizados caso o médico entenda como necessário.

O tratamento gira em torno de uma limpeza nos ouvidos e a aplicação de medicamento. No entanto, em alguns casos, faz-se necessário o uso de antibióticos.

Cuidados necessários

É importante tomar alguns cuidados com o cão para prevenir este problema. Quando for dar banho em seu amigo, por exemplo, tome muito cuidado para não deixar entrar água em seus ouvidos. Essa água deixaria a orelha úmida e quente, ambiente perfeito para a proliferação dos causadores dessa doença.

Você pode, para prevenir esse problema, antes de dar banho em seu pet, colocar alguns algodões nos ouvidos do cachorro, de forma que a água dificilmente possa entrar. Além disso, lembre-se de secar muito bem as orelhas sempre depois do banho.

Mantenha sempre a higiene de seu cão. Quando o cão possuir pelos demais nas orelhas, você pode leva-lo para uma tosa higiênica. Além disso, sempre limpe os ouvidos de seu cão semanalmente. Para isso, busque orientações com o veterinário.

Atenção!

A otite é tratada por muitos donos como uma doença rotineira, e isso faz com que usem medicamentos por conta própria, sem achar ser algo grave. No entanto, a doença pode se complicar e levar a quadros mais graves que podem envolver alterações neurológicas e do equilíbrio. Sempre que notar sintomas em seu cão, relate-os ao médico veterinário para que sejam tomadas as medidas necessárias.


Reportar erro