Incontinência urinária em cães

Este é um tema que merece atenção, podendo se tornar uma infecção mais séria


Incontinência urinária é quando o cão não consegue controlar sua bexiga e acaba fazendo xixi com bastante frequência e em lugares inadequados. Dependendo da intensidade da incontinência, o cachorro pode apresentar apenas pequenos vazamentos de urina, ou fazer xixi em grande quantidade, com pequeno tempo de intervalo entre um xixi e outro.

Os principais sintomas da incontinência urinária são o gotejamento de urina e quando o cão lambe excessivamente sua região da vulva ou do pênis. Se não for tratada, a incontinência pode tornar-se uma infecção mais séria na bexiga, nos rins ou na área da pele do cão que entra em contato com a urina.

Incontinência urinária em cães

Foto: Reprodução

O que fazer se o seu cão estiver com incontinência urinária?

  • Na cama do seu bichinho coloque um cobertor (lavável) para absorver a urina, e troque diariamente.
  • Aumente a quantidade de passeios do seu cão, e é essencial passear assim que acordar e antes de dormir.
  • Existem algumas fraldas caninas para evitar que ele urine pela casa, porém, tome cuidado para que a pele do animal não fique em contato com a fralda urinada por muito tempo para não causar outras infecções.
  • Mantenha o cão sempre higienizado, principalmente em suas partes genitais, e preste bastante atenção nas alterações comportamentais dele.
  • Procure um veterinário!

Quais cães podem ter incontinência urinária?

É verdade que a incontinência pode atingir qualquer cão, independentemente da idade, tamanho ou raça. Porém, foi notado que costuma aparecer com mais frequência em fêmeas castradas e de idade avançada, principalmente se for das raças Springer Spaniels, Bob Tail, Cocker Spaniels e Doberman Pinchers – pois já apresentam uma predisposição para a incontinência.

O que causa a incontinência urinária?

Podem existir vários tipos de causa da incontinência, porém, essas causas são difíceis de descobrir sozinho em casa. É necessário você levar o cão ao veterinário assim que perceber mudanças no comportamento e na urina dele, e o veterinário fará alguns exames para detectar a causa e poder transcrever o medicamento correto.

Dentre os exames constantemente mais pedidos pelos veterinários nesses casos, estão a ultrassom, radiografia, e claro uma análise da urina, que consegue identificar que existe alguma infecção bacteriana na bexiga do cão.

Em geral a incontinência pode ser causada por uma infecção urinária, uma hérnia, um desequilíbrio hormonal, cálculo renal, doenças na próstata, distúrbios anatômicos, lesão ou degeneração na coluna vertebral, efeito colateral de algum medicamento, e às vezes a presença de outras doenças que fazem o cachorro beber muita água (diabetes, doenças renais, etc). Porém, isso não quer dizer que dar menos água ao cão vai resolver o problema, pelo contrário, só irá piorar ainda mais a saúde do cão e deixa-lo desidratado, que é um sério problema e pode levar à morte sem que ninguém perceba.

Os tratamentos indicados pelo veterinário podem variar dependendo de qual for a causa detectada. Na maioria dos casos são passados remédios, como antibióticos (em casos de infecção), ou terapias hormonais, ou até mesmo medicamentos que conseguem fortalecer os músculos da bexiga. Existe também a possibilidade de fazer uma cirurgia, quando a causa da incontinência for pedra nos rins ou anomalia congênita.


Reportar erro