Cúrcuma no combate à artrite canina

Essa raiz, parente do gengibre, possui propriedades capazes de melhorar a vida do animal doente


Imaginem se o cão não pode mais correr ou brincar normalmente? É de partir o coração, não é mesmo? Mas isso é o que acontece com muitos animais quando eles apresentam a chamada artrite, uma inflamação nas articulações, que tanto acontece com humanos, quanto em animais.

A doença atinge mais animais idosos, porém isso não quer dizer que o cão jovem não possa desenvolver a doença.  Outros casos de artrite em cães se dão por sobrepeso, má nutrição ou até mesmo um fator genético.

Uma especiaria utilizada de forma natural para ajudar no tratamento de animais com artrite é a chamada cúrcuma, uma parente do gengibre. Conhecida no Brasil como gengibre-amarelo, essa raiz possui propriedades capazes de melhorar a vida do animal doente.

Sintomas da artrite

Por causa das dores nas articulações, elas acabam ficando inchadas dificultando a movimentação do animal e, assim, impedindo que ele se movimente com frequência. Além destes sintomas, o bicho pode apresentar vermelhidão ao redor das partes afetadas e irá evitar mexer o quadril, uma vez que nesse movimento há um deslocamento completo das articulações.

Cúrcuma no combate à artrite canina

Foto: Reprodução

A cúrcuma

O gengibre-amarelo (cúrcuma) foi descoberto na Ásia e trazido para o Brasil pelos colonizadores portugueses. Também conhecido por açafrão da terra, é normalmente utilizado em pó.  Para plantar a cúrcuma é preciso cortá-la em pedacinhos e enterrar em covas de 10 cm de profundidade. O ideal é desenvolver o plantio em terras úmidas e afofadas. A colheita é feita entre 8 a 10 meses após a plantação. Depois que recolhidas, lava-se e coloca para secar. Em seguida é só conservar as raizes em um recipiente escuro e tampado.

Propriedades

  • Anti-inflamatória
  • Antiagregante plaquetária
  • Anti-infecciosa
  • Antiasmática
  • Antisséptica
  • Desintoxicante

Por combater a inflamação é ótima na luta contra a artrite. Mas quem utiliza a raiz na alimentação dos animais está ajudando-o a vencer outros problemas ou até mesmo impedir que eles se manifestem.

O gengibre-amarelo contribui com antioxidantes e fitonutrientes capazes de ajudar na desintoxicação do fígado e na vesícula biliar. Aumenta a imunidade do animal e ainda diminui a quantidade de açúcar no sangue. Além de ajudar na digestão e na diminuição de secreção de ácidos.

100 g de cúrcuma possuem 354 calorias, tendo em sua composição água, proteínas, gorduras, hidratos de carbono, fibras, cinzas, cálcio, fósforo, ferro, sódio e potássio, além de outras propriedades.  O aconselhável é inserir na alimentação dos animais duas ou três vezes por semana.

Receitas com a cúrcuma

Caldo de galinha

Ingredientes:

  • 1 xícara de caldo de galinha
  • Quantias iguais de cúrcuma e de mostarda amarela seca
  • Ração do animal

Preparo:

Esquente ao micro-ondas a xícara de caldo de galinha, este ingrediente servirá de aperitivo para o seu cão. Adicione as quantias iguais de cúrcuma e mostarda amarela seca. Por fim misture na ração do seu animal.

Não se deve oferecer ao animal a mistura de cúrcuma/mostarda diretamente, pois são especiarias fortes e ao invés de ajudarem podem prejudicar ainda mais a saúde do seu cão.

Mix funcional com cúrcuma

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de cúrcuma
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de sopa de vinagre de maçã
  • 1 pitada de pimenta do reino

Preparo:

Misture todos os ingredientes em um recipiente e ofereça ao seu cão numa quantidade de acordo com o tamanho dele. Se o seu amigo canino é pequeno, ofereça a ele apenas uma colher de café. Se for de porte médio o ideal é uma colher de sobremesa. Mas se seu cão for grande é melhor dar uma colher de sopa. Já se ele é de porte gigante, ofereça duas colheres das de sopa.

Atenção: O saudável para o animal é que ele tome essa mistura duas a três vezes por semana, apenas. Sempre adicionada em uma das refeições.


Reportar erro