Cachorro vesgo pode ser sinal de estrabismo

O estrabismo descreve uma posição ou direção anormal dos olhos, podendo acontecer em um deles ou nos dois. Conheça as causas e o tratamento desta condição


Alguns tutores percebem que o seu cãozinho está ficando “vesgo” e não sabem a razão e nem quais as providências a serem tomadas. O termo correto para o problema é estrabismo, que descreve uma posição ou direção anormal dos olhos, podendo acontecer em um deles ou nos dois.

Neste artigo, saiba mais sobre as causas e tratamento desta condição.

O que é o estrabismo?

Normalmente, os olhos se movimentam para os lados, para cima e para baixo devido aos pequenos músculos que estão conectados ao globo ocular. Ocasionalmente, algum destes músculos pode se tornar mais forte que o músculo posicionado no lado oposto, fazendo com que os olhos apontem em movimentos e posições diferentes.

Se os olhos estiverem em direção ao nariz ou para dentro, o quadro é denominado “estrabismo convergente”, condição bastante comum em gatos siameses. Já se os olhos apontam para fora, o quadro é denominado “estrabismo divergente”, condição comum e hereditária em Buldogues Franceses, alguns Pugs e Boston Terriers.

As causas do estrabismo

Cachorro vesgo pode ser sinal de estrabismo

Foto: Reprodução/ internet

Uma das causas do estrabismo é a ocorrência de um ferimento no nervo do sistema muscular responsável pelos movimentos dos olhos. Além disso, o problema também pode ser um sintoma de um distúrbio no sistema vestibular (parte do aparelho auditivo e ajuda os animais a manterem o equilíbrio) do cachorro, fazendo com que ele se sinta como se estivesse sempre girando e isto faz com que os olhos tentem se ajustar ao movimento.

Muitas vezes o estrabismo é uma condição herdada dos pais e, nestes casos, nenhum tratamento é recomendado, pois é considerado apenas um problema estético e que não afeta muito a qualidade de vida do cãozinho.

Como prevenir e tratar o estrabismo?

Embora o estrabismo hereditário não afete muito a vida do animal, não é recomendado permitir que o cachorro cruze, já que existem grandes chances de a condição se manifestar nos filhotes.

Nos casos dos cães que sofrem de estrabismo devido a doenças ou ferimentos nos nervos dos olhos, vários exames devem ser realizados a fim de diagnosticar o problema. Somente após a localização da causa do problema é que ele poderá ser tratado da maneira adequada. Existem diversas formas de tratamento e, em alguns casos, os anti-inflamatórios podem ajudar.

Lembre-se que o médico veterinário é a pessoa indicada para examinar o seu pet, realizar o diagnóstico e transmitir as informações sobre o tratamento adequado. Nunca medique o seu animal de estimação por conta própria, sempre entre em contato com uma clínica veterinária.


Reportar erro