As doenças mais comuns no Schnauzer

Indicamos estas doenças para que você fique atento ao seu cão e ele tenha qualidade de vida e longevidade


Cães de raça costumam apresentar alguns problemas típicos de saúde que podem ser encontrados como um padrão. Neste artigo, vamos trabalhar as doenças que acontecem com mais frequência em cães da raça Schnauzer.

A raça

O Schnauzer é um cão que tem uma pelagem facial que é semelhante a uma barba, e este é muito conhecido por essa característica. Muito popular atualmente, a raça é muito protetora e ciumenta com seus donos. Originária da Alemanha, este é um dos 12 animais mais inteligentes do mundo, além de ser muito brincalhão e bastante ativo. A raça foi usada durante a Primeira guerra Mundial como cães defensores e continua fazendo parte da polícia da Alemanha e dos Estados Unidos como ajudantes de investigações de contrabando. Além de tudo isso, esses cães são muito queridos e convivem muito bem com outros animais e com crianças, mas assim como qualquer outra raça, possui algumas peculiaridades.

As doenças mais comuns no Schnauzer

Foto: Reprodução

Quais as doenças mais comuns?

De uma forma geral, os cães dessa raça são saudáveis, mas têm predisposição para desenvolver alguns problemas, entre os quais estão: o hipotireoidismo, atopia – doença de pele que causa coceira –, melanoma, lipomas, glaucoma, luxação do cristalino, degeneração progressiva da retina, epilepsia, cataratas, diabetes, pancreatite, doença valvular cardíaca e crônica, síndrome do nódulo sinusal, colelitíase – pedras na vesícula –, hiperlipidemia primária, além de reações a um grupo de medicamento chamado sulfonamidas e shampoos que causam reações cutâneas.

O que fazer?

A maioria dessas doenças não pode ser evitada, pois o cão tem problemas genéticos, além da predisposição para desenvolvê-los, mas existem formas de controlar. É necessário que, ao notar qualquer diferença no comportamento de seu cão, você procure um médico veterinário. As reavaliações periódicas, além dos exames laboratoriais e de check-up podem, além de manter o controle quando já descoberto o problema, identificar essas doenças em um estágio precoce, permitindo que haja o tratamento e melhorias na qualidade de vida de seu cão.

Quando controladas e tratadas com o uso de medicamentos específicos e dietas especiais, o cão pode chegar a viver uma média de 14 a 16 anos com qualidade de vida e sem maiores problemas. Mas é importante lembrar que cada cão é diferente. Estas doenças apenas são para que você fique atento ao seu cão, mas pode ser que ele nunca venha a desenvolver esses problemas, ou que tenha outros não mencionados acima.


Reportar erro