Descubra: cachorros podem ter pressão alta?

Nos cães, a pressão alta normalmente é causada por insuficiências cardíacas ou diabetes. Saiba mais sobre a crise hipertensiva nos cachorros


O termo “pressão alta” é comumente utilizado para designar a elevação dos níveis da pressão arterial. Mas você sabia que esta condição também pode atingir outros animais, como cães e gatos? Nos cães, a pressão alta normalmente é causada por insuficiências cardíacas ou diabetes.

Os tutores de cães devem se preocupar com esta condição e procurar um veterinário especializado em cardiologia.

Sintomas da pressão alta em cães

A hipertensão arterial é uma doença emergencial que atinge entre 1 e 2% dos cães, sendo que os órgãos alvo da crise hipertensiva são os olhos, rins, coração e cérebro.

A crise hipertensiva inicia repentinamente e o cão pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Cansaço frequente e sem motivo aparente;
  • Dificuldade para respirar;
  • Intolerância para praticar exercícios;
  • Tosse constante;
  • Tentativas de vômitos;
  • Tontura;
  • Dificuldade de visão;
  • Ansiedade e agitação;
  • Dores de origem inespecífica e no tórax.

Quando a pressão sobe subitamente, também podem ocorrer desmaios, sangramentos pelo nariz, fraqueza e a presença de sangue na urina.

 

Imagem de cão com crise de pressão

Foto: Depositphotos

Como se realiza o diagnóstico?

Caso o tutor observe quaisquer dos sintomas mencionados acima, deve procurar um veterinário imediatamente para a realização do diagnóstico. É fundamental que se descubra a causa da pressão alta, o que pode demandar exames complementares. Tais procedimentos são fundamentais para que o profissional possa indicar o medicamento mais adequado à condição.

Ao contrário do que ocorre com os seres humanos, em que o procedimento de medir a pressão pode ser feito inclusive em casa, o monitoramento da pressão de cães de maneira precisa não é tão fácil.

Para monitorar a pressão dos cachorros de forma precisa são necessários equipamentos específicos e condições adequadas, podendo ser através do uso de um esfignomanômetro próprio para animais ou por meio das técnicas de Doppler, que avalia o fluxo sanguíneo de artérias e veias. Mas o método mais preciso para medir a pressão em animais é através do cateterismo arterial, utilizado apenas em procedimentos mais complexos, como em cirurgias.

É importante ressaltar que a pressão arterial dos cães podem alterar-se facilmente devido ao estresse de estar sendo examinado por uma pessoa desconhecida.

O diagnóstico é dado caso o animal apresente agudamente os sintomas descritos acima e veterinário verifique que os níveis tensionais estão bastante elevados.

Como é feito o tratamento?

O tratamento da pressão alta em cachorros é similar ao realizado em humanos, podendo ser feito à base de medicamentos que devem ser tomados diariamente, além de cuidados com atividades físicas.


Reportar erro