Como aumentar a imunidade dos cães?

Problemas de saúde relacionados às defesas dos cães são ocasionados, geralmente, pela ação de endoparasitas, ectoparasitas e ações do meio externo


Assim como nos seres humanos, os animais também podem sofrer com a imunidade baixa e isso reflete diretamente na qualidade de vida deles. No caso dos cães que apresentam taxas de defesa menores que o normal, ficam assim expostos à adquirirem doenças transmitidas por agentes infeciosos, como bactérias, fungos, parasitas e vírus.

Alguns sinais podem ser percebidos como falhas no sistema imunológico, e assim doenças conhecidas como autoimunes podem surgir e afetar a saúde dos peludos, tais como a asma e até mesmo o diabetes. Vale ressaltar que cães filhotes ou de idade já avançada estão mais propensos a desenvolverem problemas de saúde relacionados à defeitos na imunidade. Por isso, a atenção nessas fases da vida precisam ser redobradas.

Sintomas de imunidade baixa em cachorros

Quando as defesas do organismo do animal estão baixas, o corpo reage de uma forma a avisar que algo não está funcionando como deveria. Assim, é necessário que o tutor busque prestar atenção a determinadas reações como:

  • Alergias;
  • Dermatites;
  • Conjuntivite;
  • Infecções nos ouvidos.
Como aumentar a imunidade dos cães?

Foto: Free Images

Estes problemas de saúde são ocasionados, geralmente, pela ação de endoparasitas, ectoparasitas e ações do meio externo. Por exemplo, verminoses, pulgas e carrapatos são agentes infecciosos que deixam o organismo dos animais em desequilíbrio. Assim como também a baixa umidade de ar, ambientes com muita corrente de ar, contato com produtos químicos que causam alergias e até mesmo o estresse em alguns casos.

Maneiras de aumentar as defesas dos animais

A primeira medida que deve ser tomada para aumentar a funcionalidade do sistema imunológico dos cães é oferecer aos peludos uma alimentação equilibrada, nutritiva e saudável, que possa atender todas as exigências nutricionais de cada animal de forma específica. A quantidade por dia e por porção vai depender do porte do cão. Essas informações, geralmente, constam no verso de cada pacote de ração, mas também pode ser consultado junto a um veterinário de sua confiança.

Outra saída para otimizar o sistema imunológico do cachorro é seguir o calendário de vacinas e vermifugamento receitados pelo médico do pet. Além disso, busque praticar exercícios com o peludo, não expor o animal a ambientes com a ação de produtos químicos e reserve um local livre de temperaturas altas para o descanso merecido do seu melhor amigo de quatro patas.

Para garantir uma boa saúde, vale ainda apostar na adição de suplementos vitamínicos. Isso se for o caso, uma vez que o excesso de vitaminas no organismo é tão prejudicial quanto a escassez delas. Converse com um especialista em saúde canina para saber se é o caso de seu peludo.


Reportar erro