Cachorro vomitando: o que posso fazer?

Inicialmente, é necessário entender e diferenciar o vômito da regurgitação


Um dos problemas mais comuns para quem tem cães é o vômito, que inclusive traz muitas dúvidas aos tutores. Com causas diversas, o vômito pode indicar problemas sérios ou mesmo algo simples. Antes de mais nada, precisamos saber diferenciar o vômito da regurgitação. Esta última é algo que acontece quando o cão acaba de comer e devolve tudo que comeu, podendo, inclusive, comer novamente logo em seguida. Isso acontece quando o cão come muito rápido, não mastiga bem ou ainda tenta engolir algo muito grande.

Apesar de ser algo normal, quando frequente a regurgitação pode ser um sinal clínico e, nesses casos, o ideal é procurar orientação médica.

Vômitos de cachorro

O vômito quando presente na rotina de um cão, desperta ansiedade e preocupação. É preciso estar atento em cada um dos detalhes do vômito, pois ele indicará o que está acontecendo de errado. O vômito vem do estômago e, normalmente, acompanhado de impaciência e ânsia. O alimento normalmente sai digerido ou parcialmente digerido.

Cachorro vomitando: o que posso fazer?

Foto: Pixabay

Quando acontece após a ingestão de grama, água do mar, areia ou algo semelhante, ou for algo esporádico, pode não ser alarmante, mas ainda assim, fique atento! Se for algo frequente, procure orientação médica urgente.

Causas

As causas, como mencionamos anteriormente, são diversas, como parasitas, ingestão de alimentos inadequados, desequilíbrio em eletrólitos, alergias alimentares, comida estragada, excesso de alimento, ingestão de insetos, ingestão de objetos estranhos, toxinas, envenenamento, medicamentos, ingestão de pelos ou de grama, doenças do estômago ou do fígado, entre outras. O tratamento irá depender do diagnóstico, que somente poderá ser feito com precisão por um médico veterinário.

Vômito amarelo, água ou espuma branca

Quando o vômito é amarelo e vem acompanhado de uma espuma branca, ou se trata apenas da espuma branca, isso indica que ele passou algum tempo sem comer, e está com problemas no estômago. Se for apenas uma vez, não há nenhum problema, mas se o cão tiver vômitos duas vezes ao dia, ou todos os dias, é preciso procurar orientação médica o quanto antes.

Vômito com sangue ou cão vomitando e com diarreia

Tanto o vômito com sangue, quanto o vômito acompanhado de diarreia indicam situações bastante graves e sérias: não deixe o atendimento para o dia seguinte. Pode se tratar de uma úlcera, perfuração no aparelho digestório, doenças como parvovirose, entre outras. Dependendo da idade do cão e da gravidade da situação, o cão pode vir a óbito em poucas horas.

O que fazer ao ver o cão vomitando?

Cada situação é uma situação, mas se seu cão não está comendo ou apresenta outros sinais de doenças, ou diferença de comportamento, procure orientação médica. Sempre que notar algo estranho, procure ajuda, pois algo que para nós pode parecer que não é nada, para o cão pode ser algo sério. Quando em grandes quantidades, por qualquer que seja o motivo, o vômito e a diarreia podem causar desidratação.

É importante para prevenir essas situações, manter a vacinação e vermifugação em dia, além de fornecer alimentos de qualidade.


Reportar erro