Cachorro com caroço na pele: o que pode ser?

Caroços podem surgir por diversos motivos em um cachorro. As causas podem ser simples, no caso de uma reação alérgica ou mais sérias se decorrentes de tumores


Ao dar banho ou simplesmente acariciar o cachorro pode ser possível encontrar na pele do animal alguns caroços. Essa descoberta pode causar inquietação do dono à respeito do que isso poderia ser e o que pode acarretar na saúde do pet. Seria um problema de saúde? Um tumor? Um ferimento? As dúvidas surgem e a preocupação também. Por essa razão, nesses casos, a regra é básica: busque auxílio médico com urgência.

Causas do surgimento de caroços

Quando um tutor se depara com uma elevação cutânea do cachorro, a primeira medida é avaliar o que aquilo representa. Em alguns casos, pode até ser algo mais simples como carrapatos, mas que também merece atenção. Esses parasitas, ao se alojarem na pele e no pelo do cão, podem ser confundidos com um caroço. Ao serem retirados também podem deixar uma íngua na área onde estavam, chamada de granuloma. Mas, isso só ocorre quando o carrapato é removido de maneira errada, deixando sua boca fixa na pele do cachorro. Sendo assim, mais atenção com esses parasitas.

Cães idosos também podem apresentar caroços semelhantes à verrugas. Porém, nessas situações os corpos estranhos não são malignos e, geralmente, não se espalham e nem causam danos ao animal. Mesmo assim, um tutor precavido deve procurar ajuda com um especialista para garantir a integridade do animal.

Cachorro com caroço na pele: o que pode ser?

Foto: Reprodução/ internet

Lipomas, histiocitomas, carcinomas, mastocitomas, papilomas e cistos são alguns dos exemplos de casos que merecem mais atenção do dono e necessitam de uma avaliação médica. São tipos de tumores ou nódulos que devem passar por um exame clínico mais detalhado, com o intuito de saber a procedência desses caroços e se são benignos ou malignos.

O cão pode apresentar uma erupção cutânea devido à reações inflamatórias decorrentes de aplicações e vacinas. Além disso, pode ser considerada como displasias de anexos cutâneos. Se for mais de um caroço em determinada região, a explicação poder ser uma crise alérgica desencadeada por picadas de insetos, pulgas entre outros.

O que fazer nessas situações?

Constatado o caroço no corpo do cãozinho, a melhor medida é procurar um veterinário de sua confiança. Caso seja algo mais simples, como picadas de insetos ou inflamações decorrentes de carrapato, o médico deve receitar algum medicamento para afastar esses parasitas do cão e do espaço onde ele vive. Além de alguma pomada para aliviar o incômodo causado pela erupção cutânea.

Já se o caso for algo mais sério, como é o caso de tumores e nódulos. O especialista, dependendo do resultado da biopsia, do crescimento do caroço e do incômodo ou não do animal, definirá a forma de tratamento. Se será à base de remédios administrados de forma oral ou através de cirurgias. Informe-se com o veterinário e busque a melhor solução para a saúde o e bem-estar do seu melhor amigo de quatro patas.


Reportar erro