Yorkshire Terrier

Eles são os prediletos de quem mora em locais com pouco espaço


Os cães da raça yorkshire terrier são os primeiros da lista de animais desejados pelas crianças. De linda pelagem, delicado, pequeno e leve, o york – como a raça é carinhosamente chamada por muitos – é um cão muito popular no Brasil, principalmente entre pessoas que moram em apartamentos, casas sem quintal ou com pouco espaço disponível. Conheça mais sobre a raça, seus cuidados e seu temperamento.

História da raça

Na Inglaterra, mais precisamente no condado de York, os operários de minas de carvão sofriam muito com infestações de texugos e ratazanas. Após muitas tentativas, não sabiam o que fazer para acabar com aquele mal, quando pensaram então na possibilidade de um cão bem pequeno e de grande instinto caçador, que fosse ágil e capaz de entrar em tocas para buscar os roedores. Assim, buscaram um cruzamento entre outros terriers: o Dandie Dinmont e o Skie Terrier – além de ter, possivelmente, alguma intervenção do Maltês. Nasceria então o cão da raça “Terrier Escocês Anão de Pêlo Longo” – que posteriormente se chamaria yorkshire terrier.

Muito companheiro, esse cão passou não apenas a caçar roedores nas tocas, mas a ser muito carinhoso e fiel aos trabalhadores das minas. Suas características de caçador foram diminuindo com o tempo, tornando hoje extremamente difícil encontrar um yorkshire caçador. No entanto, mesmo não sendo mais um cão de caça, essa espécie já havia conquistado a todos e se popularizado na Inglaterra, até ter seu nome mudado para o atual e ser levado para vários outros países.

Temperamento usual

Por ser um cão pequeno, muitos optam pelo yorkshire terrier para a vida em apartamentos e casas pequenas, mas esse não é seu único ponto positivo. Embora possua bastante energia, ele não necessita de demasiado exercício ou espaço para o gasto de energia saudável. Alguns momentos de descontração com brinquedos e bolinhas já são para o cão dessa raça atividade suficiente.

Outro ponto importante para donos que trabalhem fora ou não tenham muito tempo disponível é o fato de que o yorkshire terrier não é um animal carente, mas sim independente. No entanto, por ter muita energia acumulada, sempre procura algo para fazer, podendo se tornar destruidor ou latir muito.

Muitas pessoas consideram o o cão york praticamente um alarme, juma vez que sua atenção e sentidos apurados o fazem perceber qualquer movimentação anormal, e buscar a atenção dos seus donos para o ocorrido.

É um cão extremamente amigável com crianças e pessoas desconhecidas, mas precisa de paciência e treino para se dar bem com outros animais.

Resumidamente podemos destacar o temperamento e suas características como:

  • Alta energia;
  • Não precisa de muito exercício;
  • Grau de apego ao dono: médio;
  • Relacionamento com outros cães: tímido;
  • Relacionamento com estranhos: amigável;
  • Fácil de treinar;
  • Baixo nível de proteção;
  • Cuidados com o pelo: alto;
  • Baixa tolerância ao frio;
  • Média tolerância ao calor.

Padrão físico da raça

De porte pequeno, esse animal costuma pesar entre três e cinco quilos. Infelizmente, alguns criadores procurem vender o que chamam de Yorkshire “mini/micro”, que costumam pesar menos de 2 quilos. Geralmente esses animais ditos menores do que o padrão costumam sofrer de problemas genéticos que podem influenciar sua audição, visão, ou ainda os tornar suscetíveis à diversas doenças.

Por isso, não se deve comprar cães dessa raça em lugares que o criador intitula de “mini”, “micro”, “zero”, “anão” ou outras denominações que indiquem que o yorkshire seja menor do que os demais da raça.

Sua pelagem ideal é lisa, macia, longa e muito brilhante. A cor padrão é bicolor – azul aço com peito, pernas e cabeça loiras.

Evite de andar com o cão sempre no colo

Levar um yorkshire sempre no colo é um grave erro que muitos donos adoram cometer, e posteriormente se arrependem, porque além dos inconvenientes de acabar danificando o posicionamento da coluna do pet, o cachorro se sente superprotegido e, como ele sabe disso, se torna “o valente” e começa a rosnar e a latir para outros cães, por maiores que sejam.

O yorkshire irá iniciar brigas, desafiando outros animais e pessoas a sua volta, e o faz por saber que nada irá lhe atingir, tendo consciência da impunidade que o protege. Desta forma o dono cria um cachorro sem educação, que adora latir sem parar, incomodando todos em sua volta.

O melhor a fazer é deixar o cão passear a maior parte do tempo pelo chão, caminhando com suas própria, para que possa viver normalmente, andando, correndo, pulando, brincando, vivendo uma vida normal, o que o faz muito feliz.

Deixe o cão viver perto de outros animais, este contato com outros cães lhe proporcionará benefícios psicológicos, pois ele aprenderá a se relacionar normalmente.

Cuidados básicos

Entre os principais cuidados básicos com cães da raça yorkshire Terrier estão:

  • Escovação diária da pelagem;
  • Evita-se tosa;
  • Banhos quinzenais e com água morna;
  • Devida proteção do frio, pois apesar da longa pelagem, são animais friorentos.

*Colaborou: Lia Vieira

 

Galeria de fotos


Reportar erro