Vizsla

Dóceis, carinhosos e fieis aos donos, estes cães são super apegados a família


Também conhecido como Braco Húngaro de Pelo Curto, esse cachorro mistura várias qualidades do Braco Alemão e do Pointer. Conheça um pouco mais sobre ele.

Características do Vizsla

Como o próprio nome já diz, o Braco Húngaro teve origem na Hungria. Ele é um cão de pelagem curta e que por este motivo não dá muito trabalho para escovar. Considerado de grande porte, os machos dessa raça podem medir entre 58 e 64 cm, enquanto as fêmeas variam entre 54 e 60 cm. Assim como o pointer, ele é bastante veloz e tem um olfato inconfundível, o que o torna excelente para tarefas como seguir rastros, caçar e encontrar presas.

Quanto ao temperamento, essa raça costuma ser bastante inteligente e equilibrada. São também dóceis, carinhosos e fieis aos donos, além de obedientes e fáceis de adestrar. Costumam se dar muito bem com crianças – desde que elas o tratem com respeito.

Cuidados necessários com o Vizsla

Por mais que essa seja uma raça atlética, o mais recomendado é manter esses cães dentro de casa com a família, pois eles são muito sensíveis e apegados, não gostam de ficar separados de seus familiares por muito tempo. Por isso, não é bom viajar por um longo período sem o levar.

Entretanto, ele necessita de uma casa com amplo jardim para que possa estar regularmente fazendo exercícios físicos, pois possui muita energia e precisa coloca-la para fora, caso contrário, ele pode se aborrecer e tornar-se destrutivo. Seu pelo curto faz com que ele não necessite de muitos cuidados com higiene nem de escovação muito frequente.

Saúde do Braco Húngaro de pelo curto

Aparentemente, esta raça não possui tendência a nenhuma doença específica, por isso basta você leva-lo para um checkup no veterinário anualmente, fazer exames de sangue, fezes, urina e oftalmológicos, além de ficar atento ao aparecimento de possíveis doenças comuns aos cachorros em geral, como alergias, catarata, monorquidismo e criptoquidismo.

Origem do Vizsla

Existem várias teorias diferentes sobre o surgimento desta raça, e a mais aceita mundialmente considera que o principal ancestral do Vizsla é o Sabuesto da Panonia. Acredita-se que houve um cruzamento entre um cão caçador de pelagem amarela que apareceu em 1526 na Hungria, e o Sloughi, que é um lebrel árabe. No final do século XIX misturaram essa raça com o Pointer, que deu origem a todas as raças de cachorros Bracos da Europa – incluindo o Vizsla.

Galeria de fotos


Reportar erro