Poodle

Suas características físicas e temperamentais, e saiba o que faz dele um dos cães mais queridos no Brasil


Sem dúvidas, o poodle é uma das raças mais populares no Brasil. Há alguns anos se tornou tão difundido que era raro conhecer alguém que não tivesse ou gostaria de ter um cãozinho da raça. Afinal, quais são as características físicas e temperamentais da raça? O que faz o poodle ser tão querido e popular?

História da raça

Muito se especula sobre a origem do poodle. Alguns dizem ser italiana, outros acreditam que seja alemã e, ainda, a mais provável é que ele seja um cão francês, descendente da raça Barbet, um raro cão francês de pêlos crespos.

Por herança do Barbet, o poodle possui grande instinto para a caça, e para este fim foi utilizado até o final do século XVIII. Após esse período, por ser extremamente afável, inteligente e fiel, passou a ser considerado um animal doméstico de estimação, próprio para companhia.

Características temperamentais do poodle

Após muitas pesquisas e adestramento, chegou-se a conclusão de que o poodle é um dos cães mais inteligentes do mundo. Capaz de facilmente compreender comandos e gravá-los para quando lhe for exigido. Sua inteligência, no entanto, precisa ser estimulada constantemente com novos comandos e brincadeiras, para que o animal não direcione o excesso de energia para móveis e objetos que possam ser facilmente destruídos.

É ainda extremamente leal à sua família e protetor de seu território, o que faz alguns considerarem eles agressivos e desconfiados, principalmente com a aproximação de estranhos. Grande companheiro, sempre faz questão de estar próximo de quem gosta, evitando ao máximo ficar sozinho.

Costuma-se ouvir de algumas pessoas que o poodle não se dá bem com crianças e outros animais, o que não é bem verdade. Por se tratar de um animal muito apegado aos donos e de grande sensibilidade, pode por vezes demonstrar ciúme ao sentir-se deixado de lado com a chegada de um bebê, um filhote novo ou alguém que o tire do centro das atenções. Para evitar esse tipo de problema, é importante socializar o poodle o mais cedo possível, acostumando-o sempre com a companhia de outros animais e de crianças, para que ele possa compreender que todos têm seu devido lugar na “matilha”.

Extremamente obediente e carinhoso, é uma raça excelente para conviver, por exemplo, com pessoas mais maduras, uma vez que, apesar de muito enérgico, dificilmente apronta algo que possa decepcionar seus donos.

Padrões físicos da raça

As cores mais comuns de pelagem em poodles são branco, marrom, cinza e preto. No entanto, é importante lembrar que até os dois anos de idade a cor da pelagem muda, definindo-se apenas a partir dessa idade.

Seus pelos geralmente são macios, variando entre encaracolado e crespo, no entanto os poodles jamais devem ser malhados de duas ou mais cores. Esta é sempre uniforme e pode variar entre: preto, branco, marrom, cinza, abricó e fulvo avermelhado.

Quanto ao tamanho, o poodle pode ser considerado Toy (atingindo no máximo 27 centímetros até a cernelha*); Miniatura (de 27 a 35 centímetros até a cernelha); Médio (de 35 a 45 centímetros até a cernelha); e gigante (de 45 a 60 centímetros até a cernelha).

*Cernelha é o ponto mais alto do ombro do cão, antes do pescoço. Se mede a altura desde o chão até este ponto.

Dicas de como cuidar de um Poodle

Todos os cães desta raça precisam de muita interação com as pessoas. Precisam também de exercícios físicos e mentais diariamente.

Treinos rápidos de obediência combinados com um passeio devem fazer parte do cotidiano de um poodle. Nenhum cão dessa espécie deve morar do lado de fora da casa, principalmente se for um cão destinado a competição de exposição, este que deve ter seu pelo escovado diariamente, e no caso de pelos mais curtos, deve ser escovado pelo menos uma vez por semana.

Quando ocorre a troca do pelo dessa raça, o mesmo não cai, mas fica preso ao redor do pelo novo e pode embaraçar se não for removido (com cuidado). Os cortes no pelo do animal são fáceis de manter e podem ser feitos a cada quatro ou seis semanas.

É preciso ter atenção extra para nunca deixar o pelo do cão molhado e evitar assim, o aparecimento de fungos responsáveis por problemas de pele.

Poodles são excelentes nadadores!

O Poodle era originalmente usado para a caça aquática e por isso desempenhava a função de recuperar as aves abatidas que caíam na água. De fato, a própria palavra Poodle vem do alemão pfudel derivado da palavra pudelin, que significa “jogar-se na água” ou “espalhar água”.

Inclusive o Poodle pode ser treinado para ser cão mergulhador, em função desta facilidade com o mundo aquático. A tosa do padrão “leão” (própria para exposições) é o corte que facilita o desempenho do animal dentro da água durante a natação.

Principais problemas de saúde

De um modo geral, quando o poodle é bem tratado, bem alimentado e recebe atendimento veterinário (com as vacinas em dia) dificilmente o dono terá algum tipo de problema, no entanto, com a chegada da idade os cães desta raça costumam ter doenças cardíacas.

Os dentes do animal são outro ponto importante que o dono deve ficar atento, quanto ao aparecimento de tártaro excessivo, podendo se agravar e ocasionar uma inflamação.

*Colaborou: Lia Vieira

 

Galeria de fotos


Reportar erro