Mastim tibetano

Este é um animal de grande porte, chegando a pesar até 78 quilos e ter uma altura de até 66 centímetros


O que você faria com mais de R$ 2 milhões? Essa quantia é suficiente para comprar uma boa casa, um carro popular e manter a família por algum tempo, não é mesmo? Mas, acredite, esse foi o montante pago por um mastim tibetano. E sim, ele é um cachorro!

Dois milhões, quinhentos e trinta e um mil reais foi o valor exato do hong hong, cão da raça mastim tibetano, comprado por um barão no Norte da China. Mas, porque tão caros? As explicações dadas para esse valor são as que cães dessa raça, além de grandes e muito peludos, são considerados sagrados para os chineses.

Neste artigo, você vai encontrar a história dessa raça, as características físicas e comportamentais desses animais.

História da raça

A raça Mastim tibetano é também conhecida por Mastin do Tibete ou mastiff tibetano. Já foi considerada extinta, porém, recriada em 1800 pelos britânicos. A sua origem foi marcada na China e,, hoje, apesar de poucos possuidores, o animal está espalhado por toda a Ásia e também no continente europeu.

Os cães considerados puros só surgiram com mais de um século depois da sua recriação. Apesar de terem características diferentes dos não-puros, todos os cães da linhagem Mastiff são apropriados para viver em países e regiões com baixas temperaturas.

Características dos Mastiff

  • Animal de grande porte, chegando a pesar até 78 quilos e ter uma altura de até 66 centímetros;
  • Bom cão para companhia;
  • Possui um instinto protetor, sendo usado, por vezes, como cão de guarda;
  • Bastante peludo, por essa razão não é adaptável para viver em climas de temperaturas altas;
  • É um cão muito solene, sério, mas muito doce;
  • Demoram um período longo para amadurecerem, diferente de raças mais comuns. Os machos, por exemplo, levam quatro anos para se tornarem adultos, enquanto que as fêmeas um pouco menos, com dois ou três anos de idade.

Temperamento

Assim como todas as raças, os cães mastim tibetano têm diferentes tipos de temperamentos. Isso depende muito da genética dos pais e de como o animal é criado. Existem relatos de cachorros muito ferozes, agressivos e com um comportamento muito imprevisível. Mas também há casos onde os animais são bastante calmos, educados e apegados aos donos. De fato, o ideal é o treinamento, que deve ser iniciado desde muito novo para que o cão aprenda a respeitar todos da família.

Pelagem

O pelo desses cães é o que chama mais atenção neles. Por serem bastante peludos, lembram uma juba de leão. Outra característica da pelagem dos cachorros da linhagem mastiff é que o mesmo pode possuir diferentes cores, como o preto sólido, preto castanho. Além de diversos tons de vermelho, ouro pálido e vinho escuro.

Habilidades

Os mastins tibetanos, se treinados, conseguem desempenhar o papel de excelentes cães de guarda. Podem ser animais de duas faces. Com os donos são dóceis, carinhosos, calmos e afetuosos, em contrapartida, com estranhos podem ser um pesadelo, uma vez que atacam com muita agressividade.

Suas características físicas ajudam a criar mais medo em quem não conhece o animal. Grandes, peludos e com um latido peculiar – parece um rangido -, esses animais são considerados bons vigilantes noturnos. Além disso, possuem uma capacidade de caça à noite e conseguem enxergar bem durante a ocorrência de chuvas.

Saúde

Quando um animal é totalmente puro, ele merece uma atenção redobrada no tocante à saúde. Os cães tibetanos possuem uma expectativa de vida alta, com relação aos seus tamanhos, podendo chegar de 10 a 14 anos de idade e, em alguns casos, até mais.

Porém, toda atenção é pouca, uma vez que existem diversos casos onde os cachorros enfrentam problemas, pois apresentam doenças como hipotireoidismo, entrópio, problemas de pele, problemas autoimunes, falta de dentes, problemas cardíacos, epilepsia, progressiva da retina atrofia (PRA), catarata, entupimento de canais auditivos pequenos, entre outros.

Galeria de fotos


Reportar erro