Jack Russell Terrier

Alegre, enérgico e muito leal, este cão é extremamente inteligente e muito teimoso


Originária da Inglaterra, a raça de cães Jack Russell Terrier foi desenvolvida na metade do século XIX. O Reverendo John Russell, seu criador, estava em busca de uma raça que fosse imbatível na caça às raposas e, após alguns cruzamentos de sua cachorrinha Trump com beagles e outras raças desconhecidas, ele conseguiu um cão com características fortes que era corajoso, inteligente, compacto e que possuía uma força extrema. Assim ele conseguiu um cão que possui aparência rústica e era ideal para ser seu companheiro de caça.

Características

Os cães dessa raça podem chegar a pesar 6 kg e medir 30 cm na altura da cernelha, e seus pelos podem ser lisos e curtos, quebrado, ou compridos e duros. Também conhecido como Parson Jack Russell Terrier, o cão normalmente é branco com manchas pretas ou castanhas e pode chegar a viver uma média de 13 anos. Dócil e carinhoso, este cão exige um nível alto de atividade física, precisando de um espaço entre médio e grande para ser criado.

Alegre, enérgico e muito leal, este cão é extremamente inteligente e muito teimoso. Caso ele não passe por atividades físicas, pode ser um destruidor de móveis e de quintais, portanto quem quer ter um cão dessa raça precisa estar sempre atento à ele. Isso também por ele ser um cão caçador. É preciso que esteja sobre constante supervisão para evitar fugas e acidentes.

Por terem sido desenvolvidos para serem caçadores, cães dessa raça não se dão bem com outros animais. Esse instinto pode acabar aflorando e fazendo com que cacem outros cães ou animais menores. Muito corajosos, no entanto, eles acabam enfrentando também cães maiores que eles.

Cuidados especiais

É preciso ter um conhecimento razoável sobre adestramento e muito pulso e paciência para tê-lo em casa. Agitados, estes precisam de intensa atenção, e são também excelentes companhias. A disciplina é muito bem vinda na rotina deste cão que não é feito para viver em apartamentos e sem atividades externas.

Esses cães se dão bem com crianças mais velhas, pois as pequenas não entendem que eles realmente não gostam que puxem o seu rabo ou suas orelhas, por exemplo. No entanto, são excelentes cães para a família, gentis e fiéis. No entanto, idolatram seus donos e em alguns momentos podem ser intensamente e exageradamente protetores e ciumentos.

Como saber se este é o cão ideal para mim?

Veja bem, como citamos anteriormente, você precisa ter um espaço razoável para criar bem um cão desta raça. Além disso, você precisa ter tempo para o seu pet e saber se impor, fazendo com que ele te respeite acima de tudo. É preciso ter energia, assim como ele, para conviver com este cão amável e fiel.

Galeria de fotos


Reportar erro