Curiosidades sobre o pug

A simpatia dos pugs conquista cada dia mais pessoas. Gosta da raça? Venha conferir algumas curiosidades


O pug é um cão de origem asiática, mais precisamente da China. Foi levado à Europa por meio da Companhia das Índias pelos holandeses, onde conquistou a nobreza e foi mascote de personalidades influentes, como por exemplo Willian, the Silent (cuja vida, inclusive, foi salva graças ao latido de seu pug), Napoleão Bonaparte.

Tido como animal de estimação da nobreza, o pug pode ter ainda ascendência europeia ou asiática e seu nome significa “coisa diminuta”, como foram nomeados pelos ingleses. Esse cão é cheio de curiosidades no seu jeito de ser. A seguir, confira características curiosas e peculiaridades em suas personalidade!

Características

O cão é pequeno e possui o focinho bastante achatado e os pelos curtos. O seu rabo em espiral causa muito sucesso entre as pessoas, e sendo de pequeno porte, chega a alcançar entre 25 e 28 cm de altura e entre 6 e 11 kg. Podem ter coloração abricó castanha, preta ou prateada e normalmente seguem o estilo de vida de seu dono: calmo e dócil ou mais brincalhão. Sua expectativa de vida é entre 13 e 15 anos.

Com suas rugas super simpáticas e olhos grandes que lhe conferem um olhar dócil e conquistador, os pugs são cães maravilhosos, mas que precisam de muitos cuidados. Apesar de ainda não ser muito difundido no Brasil, o cão tem muito carisma e já conquistou pessoas ao redor de todo o mundo.

Curiosidades sobre o pug

Foto: Reprodução

Personalidade

Com seus familiares, o pug é um cão de companhia muito alegre, amoroso e dócil, mas que escolhe um dos membros para ser especial. Muito grudento, pode andar atrás de você pela casa, esperar na porta do banheiro, dormir com você e não desgrudar, tendo, no entanto, a necessidade de ter alguns brinquedos e brincadeiras, além de atenção e muito carinho.

Não é um bom cão de guarda e não late, mas dá alguns resmungos para os estranhos que, logo depois da chegada, passam e dão espaço à sua simpatia e necessidade de carinhos. Excelente amigo para as crianças, o pug é bastante dócil e carinhoso, mas deve-se prestar muita atenção à carga de exercícios, pois não aguentam por muito tempo as brincadeiras que exijam o seu físico, sendo bastante sedentário. Adora tirar vários e longos cochilos após as brincadeiras e se dão muito bem com outros cães.

É essencial, no entanto, estar atento e se impor, pois a matilha precisa de um líder, caso contrário, iniciarão disputas para definir quem é o líder e certamente o pug sairá dessa machucado. Apesar de não latir muito, os seus resmungos são bastante comuns, mas é ideal para quem quer cães que não vão incomodar os vizinhos com barulhos.

É um cão com personalidade própria, então é importante educa-lo desde cedo para que não seja um cão mal educado. Normalmente, no entanto, são bastante comportados e fazem, inclusive as necessidades no local certo rapidamente.

Cuidados

A energia moderada não vale para os filhotes, pois estes dão trabalho assim como quaisquer outros filhotes: roem móveis e sapatos quando encontram oportunidades. Na fase adulta, no entanto, o cão prefere ficar mais tranquilo em seus cochilos e as caminhadas com seu amigão deverão ser curtas e em tempos mais frescos.

Por ter pelo curto, não exige muitos cuidados quanto aos banhos e escovação. Apesar disso, o pug solta bastante pelo, por isso é interessante escová-lo 3 vezes na semana. Quando for dar banho em seu pug, nunca use o secador em intensidades altas de calor, pois ele não suporta altas temperaturas.

Com focinho achatado, o pug possui dificuldades respiratórias e, por isso, estão suscetíveis à hipertermia, que nada mais é do que o superaquecimento da sua temperatura do corpo. É importante, por isso, que para ter qualidade de vida, esteja sempre em locais frescos e com água fresca.


Reportar erro