Chow chow

Este é um cão muito leal e protetor, sempre atento às necessidades de sua família


O chow chow está se tornando cada vez mais popular em diversos países, com sua aparência vistosa e pelagem cheia que remete a um leão. Sua crescente aparição tem trazido a tona algumas contradições, pois alguns donos retratam cães amáveis e companheiros, enquanto outros apresentam relatos de agressividade. Conheça mais sobre essa raça marcante e entenda o que faz muitos cães da raça chow chow parecerem ser bravos ou perigosos.

História da raça

Pesquisas indicam que o chow chow é uma das raças mais antigas que tenha perdurado até os dias atuais. Por ter algumas características spitz, imagina-se que a espécie tenha antepassados spitz. A sua evolução teria ocorrido a partir do lobo cinzento, e sua origem é chinesa. Há dois mil anos o chow chow já vivia na China e o seu papel no princípio da raça era o de puxar trenós como um forte cão de tração, embora fosse também utilizado como cães de guarda e de caça.  É um dos cães mais próximos da ancestralidade dos lobos, portanto considerado primitivo. O nome da raça foi adotado quando os cães foram levados à Inglaterra, no final do século XIX, junto com outras importações chinesas. O interesse da Rainha Vitória ajudou a chamar a atenção para o cão, que, a partir daí, tornou-se um animal de luxo e de companhia. No ano de 1920, o chow chow começou a se espalhar pela Europa e, posteriormente, pelo mundo. Nos anos 80, a raça tornou-se popular entre as famílias, alcançando a posição de 6ª raça mais popular da América.

Padrão temperamental

O chow chow é um cão muito leal e protetor, sempre atento às necessidades de sua família. É carinhoso e razoavelmente brincalhão, mas está longe de ser um cão carente ou grudento. Trata-se de – como já dito – um parente extremamente próximo dos lobos, e que, portanto herdou de seu ancestral diversas características, como a independência, o temperamento reservado, territorialista e até mesmo teimoso. É um cão que deve ter como dono uma pessoa firme e experiente para educá-lo, ou poderá ter sérios problemas para a família e para o animal. Adestramento é fundamental desde filhote para cães da raça chow chow, assim você poderá moldar a personalidade do animal à sua necessidade e prevenir futuras dores de cabeça. Naturalmente limpo, é muito fácil ensinar ao chow chow onde fazer as suas necessidades fisiológicas. São cães calmos, discretos e pouco ruidosos, que latem apenas quando necessário. Por todas as suas características, o chow chow vive bem em apartamentos, mas precisa sair duas ou três vezes ao dia. Pode ser bastante desconfiado com pessoas estranhas, mas geralmente se dá bem com os outros animais de estimação da casa. Por ter o instinto de guarda contra estranhos, é necessário que o chow chow passe por um processo cuidadoso de socialização, sendo exposto a pessoas amigáveis para que possam aprender a reconhecer o comportamento de pessoas amigas daquelas que possam não agir de acordo. Caso contrário, eles podem ser antissociais com todos.

Padrão físico

De grande porte, o chow chow costuma atingir, em sua idade adulta, entre 43 e 50 cm de altura, com peso entre 20 e 30 quilos. Seus pelos são longos, e abundantes, principalmente na região da cabeça, assemelhando-se a uma “juba de leão”.

A pelagem destes cães pode ser de apenas uma cor – preta, azul, fulva, creme ou branca -, ou multicolorida, com a parte de baixo da cauda e a parte traseira das xocas apresentando-se com uma cor mais clara.

Uma característica marcante da raça é a língua em tom azulado, única dentro da espécie canina. Apesar do tamanho, não é um animal que necessite de muito espaço, não é muito ativo e enérgico, podendo viver tranquilamente em um passeio, desde que como todo cão possa desfrutar de caminhadas diárias para ter uma saúde em dia.

Cuidados básicos

Conforme já citado no tópico sobre temperamento, é fundamental que seja corretamente educado desde sempre, se necessário com o auxílio de um adestrador.

Sua pelagem o torna muito resistente ao frio, e também muito sensível ao calor excessivo. No verão, deixe-o sempre com água fresca à disposição, de preferência em ambientes bem ventilados. Ainda quanto à pelagem, é importante que seja regularmente escovada, ao menos três vezes por semana, para a retirada de pêlos mortos e para que não desenvolva nós. O banho deve ser no mínimo quinzenal, já que a pele sensível do chow chow pode desenvolver dermatites ao ser banhada com frequência.

Os cães da raça chow chow costumam desenvolver problemas oculares e, portanto, precisam de limpeza diária dos olhos com algodão e soro fisiológico. Outros problemas de saúde que podem atingir estes cães são a displasia de quadril e do cotovelo, torção gástrica, luxação da patela e alongamento do palato. Devido a isso, é indicado realizar exames de quadril, cotovelos e olhos. A expectativa de vida do chow chow é de 8 a 12 anos de idade.

Raça sempre alerta, estes cães precisam de exercícios regulares, como caminhadas ao ar livre, pela manhã ou no fim da tarde em dias com temperaturas amenas.

*Colaboração de Débora Silva

 

Galeria de fotos


Reportar erro