Bull Terrier

Descubra todos os detalhes desse cãozinho lindo que tem cara de “marrento”


Provavelmente você já deve ter visto um cãozinho dessa raça em alguns filmes muito famosos, não é mesmo? O bull terrier é um cão forte, teimoso, mas também muito fofo. Alguns o chamam de “cavaleiro branco”, pois sabem se defender bem, mas não são de brigar. Conheça mais um pouco sobre ele a seguir.

A origem

De origem inglesa, a raça bull terrier surgiu devido às brigas de cães que eram muito comuns no passado. Inicialmente, os buldogues eram muito usados nas brigas com os touros, as pessoas pagavam para assistir a esse tipo de cena. Após um tempo, entretanto, foi criada uma lei a qual proibia esse tipo de briga. Mas algumas pessoas, não satisfeitas, começaram a fazer clandestinamente os conflitos entre cães.

Os europeus passaram a cruzar algumas raças de cães à procura da raça perfeita para embates, e foi nessas tentativas de encontrar o cão de briga ideal que cruzaram o buldogue com o terrier branco. Surgiu assim o buldogue terrier, raça que logo se popularizou. Mas passados alguns anos, as lutas entre os cães foram proibidas e, com isso, alguns donos começaram a fazer outros cruzamentos para tentar melhorar a aparência desses cães, uma vez que os mesmos já não poderiam ser usados em brigas.

James Hinks cruzou o buldogue terrier com o white english terrier e o dálmata, e como resultado surgiu uma linhagem branca, a qual recebeu o nome de bull terrier. Essa raça logo se tornou popular pelos jovens da época, pois o bull terrier é um cão que tem um estilo mais másculo e é considerado um excelente companheiro. Essa raça passou a ganhar espaço na televisão com a presença em filmes e propagandas.

Características físicas

Estes cães são bem musculosos e fortes, de médio porte, com tamanho que varia entre 51 e 61 centímetros e a miniatura deles entre 25 e 33 centímetros. O seu peso varia muito, mas geralmente fica entre 20 e 36 quilos, enquanto que a sua miniatura pode ter entre 11 e 15 quilos. O mesmo pode ser de duas cores, cujas variações podem combinar com branco, tigrado, dourado ou preto. Seus pelos são curtos, lisos e brilhantes, se tocarmos tem um aspecto um pouco áspero. A cabeça dele é oval, longa e chata entre as suas orelhas, que são pequenas, eretas e bem próximas uma da outra.

Temperamento padrão

Cheios de energia, os cães da raça bull terrier apresentam um temperamento estável, com um instinto territorial forte. Estes cães são considerados disciplinados, doces, agradáveis, equilibrados e, às vezes, teimosos e desobedientes. Embora seja dócil e protetor com a família, a agressividade e a timidez podem estar presentes em algumas linhagens e, por esta razão, o processo de socialização correto e o adestramento devem ser realizados desde cedo, para que haja o desenvolvimento de um animal emocionalmente estável.

Confira a seguir os pontos positivos e negativos dos cães da raça Bull Terrier:

Pontos positivos

  • Carinhoso
  • Brincalhão
  • Com muita energia
  • Educado
  • Obediente, quando bem adestrado
  • Se dá bem com outros cães e animais
  • Não estranha as pessoas
  • É protetor
  • Tem tolerância ao frio e calor
  • É fácil de treinar
  • É apegado ao dono
  • Não é necessário tosar

Pontos negativos

  • Os brancos geralmente são surdos
  • Alguns são agressivos
  • Teimosos
  • Precisa de muitos exercícios físicos e mentais
  • Tem facilidade em adquirir problemas nos rins
  • Territorialista
  • Não pode ficar muito exposto ao sol

Cuidados básicos

Os cães desta raça vivem melhor junto com uma família ativa, pois eles têm um elevado nível de energia que precisa ser satisfeito, na forma de frequentes caminhadas e brincadeiras com bolas. Caso não tenha oportunidades suficientes para gastar toda a energia que possui, o bull terrier poderá ser um cão barulhento e entediado, podendo mastigar e destruir objetos da casa. O mais indicado é que o cão viva em um local que tenha um quintal grande, por exemplo, onde ele possa gastar as suas energias e estar seguro.

Para que estes cães apresentam um bom comportamento, é importante que se ele seja educado desde filhote. Até os 3 anos de idade, alguns bull terriers possuem a tendência de brincar e pular bastante, o que pode ser bastante ruim para crianças pequenos ou pessoas idosas ou doentes. Eles também precisam de socialização suficiente, pois, caso contrário, podem suspeitar de todo mundo, partindo para o ataque, inclusive por defesa, por sentirem medo.

Os pelos destes cães são bem curtos e, por este motivo, os cuidados com a pelagem são mínimos. Banhos devem ocorrer a cada 15 dias, já sendo suficientes para que o bull terrier se mantenha limpo.

No geral, os cães desta raça possuem uma boa saúde, mas a surdez pode afetá-los, principalmente nos de cor branca. Outros problemas de saúde que podem atingir os bull terriers são as hérnias, problemas nos rins e no coração, anomalias na cauda, acne ou acrodermatitite.

*Colaborou: Débora Silva

 

Galeria de fotos


Reportar erro