Coleira ou peitoral: qual escolher?

Existem diferentes modelos de coleiras ou peitorais, mas alguns podem não ser saudáveis para o seu pet. Saiba qual escolher


Quem tem um cachorro em casa já passou pela dúvida sobre qual coleira é a adequada para o seu animal de estimação. Seria melhor usar a coleira ou peitoral, também conhecida como coleira peitoral ou rede de enforcamento? A coleira tradicional é aconselhável para a maioria dos animais e fornece diversos benefícios para os cães de pequeno porte; já a segunda opção é complemento de treinamento.

Existem diferentes modelos de coleiras ou peitorais, no entanto, alguns deles podem não ser saudáveis ou seguros para o seu melhor amigo canino. Neste artigo, saiba mais sobre estes tipos de acessórios.

Coleira ou peitoral: qual escolher?

Foto: Reprodução/ internet

Coleiras

Para ser confortável, uma corrente ou guia de corda deve ser acompanhada de uma coleira, que é um acessório aconselhável para a maioria dos animais, podendo tornar o passeio bastante agradável, desde que seja adequada ao cãozinho.

As coleiras planas são as mais comuns e mais fáceis de serem encontradas, colocadas e de serem removidas. Além disso, elas também são muito úteis, pois permitem uma identificação através de um cartão ou placa, contendo as informações de contato. Pode acontecer de a coleira plana se tornar perigosa quando os cães estão brincando, pois podem apertar e os animais podem começar a se sufocar.

As coleiras podem ser feitas de tecido, nylon, couro ou outros materiais. A recomendação é que o uso da coleira ocorra apenas no momento do passeio e outras alternativas sejam utilizadas para identificação dos cães.

Os tutores também devem ter cuidado na hora de colocar a coleira no pet: o acessório deve ter uma folga de espaço onde caiba a sua mão, mas ela não deve ficar frouxa também. Atentar-se a alguns cuidados garante a segurança do cãozinho durante o passeio, mas sem agredi-lo.

A coleira tradicional é a preferida para passeios, pois basta o acessório com uma guia para que o cachorro tenha um passeio gostoso e tranquilo.

Peitoral

As peitorais são utilizadas pelos treinadores profissionais para dar um forte puxão e ajuda o cachorro a entender o recado quando ele se comportar mal, mas é claro que as fortes correções são completamente desnecessárias.

Os tutores devem ter muito cuidado com este acessório caso tenham um cãozinho com focinho pequeno, olhos esbugalhados e pequenas traqueias, pois o animal é propenso ao colapso traqueal.

No geral, as peitorais que se ligam à parte de trás devem ser evitadas. Existem peitorais que são de primeira fixação e as que vêm com um conjunto de treinamento básico.

Para muitos cães, os peitorais de primeira fixação podem dificultar o movimento do animal. Ao contrário deste tipo de peitoral, os que acompanham um conjunto de treinamento básico possuem um cruzamento sobre as patas traseiras e, por esta razão, o uso deve ser evitado em cachorros que participam de competições em esportes atléticos.

Existem também os acessórios que combinam um cruzamento na parte da frente e outro sobre as patas traseiras, oferecendo um pouco mais de liberdade nos movimentos do cão.

Um ponto negativo destes acessórios é a necessidade de treinamento para que os cães possam utilizá-los. No geral, existem algumas peitorais que não incomodam, mas o temperamento do cão deve ser levado em consideração.


Reportar erro