Pit bull que sofria abusos é resgatada e adotada

Lola estava com as patas dianteiras quebradas e o rosto com mordidas


Lola é uma pit bull com aproximadamente três anos de idade. Mesmo assim, a forma como ela foi encontrada por um oficial de controle de animais, mostra que a cachorrinha foi jogada diretamente para a morte, no condado de Stark, em Ohio, nos Estados Unidos. Lola estava com as duas patas dianteiras quebradas, o rosto cheio de marcas de mordidas, bastante magra e com os dentes virados para baixo.

Todos esses fatores indicam que Lola estava sendo usada como um cão de isca em um ringue de briga de cães. Segundo Dra. Jennifer Jellison, uma das veterinárias que cuidou de Lola, a cachorrinha foi encontrada deitada em um córrego, presa em arame farpado. Ela não podia nem levantar-se, e o oficial humano teve de engatinhar até conseguir chegar na cadelinha.

Pit bull que sofria abusos é resgatada e adotada

Foto: Jane McCroskey/ Arquivo pessoal

Lola foi levada imediatamente até o hospital de Jellison, em North Canton, Ohio, graças a um programa especial que permite que ela cuide dos piores casos de danos e abusos. A veterinária paga a maior parte desses casos com seu próprio dinheiro.

A pata dianteira esquerda de Lola se curou, mas os veterinários concordam que a direita terá que ser amputada. A cachorrinha foi medicada por um longo período, para suportar a dor, e apesar de ter a ajuda de um carrinho para andar, se movimentava com dificuldade.

Depois que Lola finalmente se tornou forte o suficiente e recuperada, Jellison procurou um grupo local de resgate de animais, para que a cachorrinha finalmente encontrasse um lar e uma família que lhe desse amor. O que de fato aconteceu, quando Jane McCroskey a adotou.

Pit bull que sofria abusos é resgatada e adotada

Imagens: Jane McCroskey/ Arquivo pessoal


Reportar erro