Mesmo após sofrer abusos, cadela mantém o espírito feliz

Khalessi sofreu vários abusos; chegando a perder o nariz e a cavidade do seio


É inacreditável como a cachorrinha Khalessi da raça pit bull mantém-se animada mesmo depois de tudo o que passou. A pequena enfrentou torturas dignas de pesadelo. Stephanie Paquin, a fundadora e diretora do grupo de auxílio a cachorros Passion 4 Pits, encontrou Khalessi em um abrigo em Orlando, nos Estados Unidos, no último dia 8, quando ela e o marido, Mike Fleury, estavam em busca de resgatar outro pit bull, que iria sofrer eutanásia.

O casal foi questionado pelo gerente se estariam preparados para conhecer outro cachorro bastante especial. A cachorrinha, que aparentemente possui apenas dois anos de idade, foi encontrada jogada no gramado da casa de uma idosa três dias antes. Paquin e seu marido foram avisados sobre os abusos, mas não imaginavam a situação em que a cadelinha realmente se encontrava.

“Quando nós a vimos, eu imediatamente comecei a chorar”, disse Paquin. “Os olhos dela transbordavam de tanta felicidade, e ela estava tão alegre por ganhar um pouco de atenção. Ela ficava se contorcendo e balançava a cauda, mas mesmo assim você podia ver os danos no rosto dela”, comentou.

Mesmo após sofrer abusos, cadela mantém o espírito feliz

Foto: Lisa Otto/ Facebook Khalessithepitbull

O veterinário que fez o atendimento de Khalessi disse que ela sofreu “abusos sistemáticos”, por um longo período seguido, tanto que ela não possui mais o nariz nem a cavidade do seio, e ainda teve as costas quebradas, além de suas patas traseiras terem perdido suas funções.

Paquin espera que a divulgação da história faça com que alguém a reconheça, para que se chegue até o abusador. Enquanto isso, Khalessi terá que passar por vários tratamentos e cirurgias, a principal para tentar construir uma nova cavidade nasal. O abrigo e o casal estão arrecadando dinheiro para isso. “Eu não acredito que apesar de tudo o que ela passou ela ainda tenha essa incrível capacidade de amar e de perdoar”, disse Paquin, “porque eu não conseguiria”, finalizou.


Reportar erro