Menino e cão com nanismo viram melhores amigos

‘Assim que Quaden viu Buddy, houve uma ligação instantânea entre os dois’, conta a mãe do garoto


Quaden Bayles, de apenas 5 anos, nasceu com um acondroplasia, que é a forma mais comum do nanismo. Devido a esse problema, o garotinho que vive em Brisbane, na Austrália, tem passado por muito sofrimento tanto físico quanto emocional.

No último ano, inclusive, Quaden precisou passar por quatro cirurgias complexas. O trauma do garoto é tamanho que o caso chegou a um ponto que o pequeno não podem nem mesmo ouvir mais a palavra nanismo.

Vendo, então, que seu filho se sentia isolado e que o mesmo precisava de um amigo, Yarraka Bayles, mãe do garoto, decidiu fazer algo por ele. Ela saiu em busca de um cão para o menino e acabou encontrando Buddy, um shih tzu de 9 anos que sofre da mesma condição que Quaden.

quaden-ao-lado-de-seu-cachorrinho

Fotos: Reprodução/ Facebook/ Stand Tall 4 Dwarfism

“Assim que Quaden viu Buddy, houve uma ligação instantânea entre os dois”, contou a mãe do garoto ao portal News, da Austrália. “Quaden adora seu novo parceiro e eles fazem tudo juntos. Eu sinto que a chegada de Buddy foi importante para mostrar a Quaden que ele não está sozinho.”

quaden-ao-lado-de-buddy-seu-caozinho-tambem-anao

Com informações de News.com.al


Reportar erro