Homem esconde cão em mala para que mulher em hospital pudesse rever pet

Cadela pertence ao grupo da raça pastor australiano


O usuário “Mellifluous”, postou há aproximadamente três meses no Reddit, a história de como realizou um dos últimos desejos de sua esposa, rever a sua amiga canina.

O homem escondeu a cadela da família, chamada de Bella, dentro de uma mala, para que assim pudesse entrar com a mesma no hospital onde a esposa estava internada.

 

Homem esconde cão em mala para que mulher em hospital pudesse rever pet

Foto: Pixabay

Confira o relato de ‘Mellifluous’ na íntegra e traduzido a seguir:

“Minha esposa estava no hospital após ter passado por uma cirurgia muito invasiva, que após vários dias, não parecia ter dado os resultados ideais. Foi feito um prognostico e infelizmente ele não tinha bons resultados. Ela conseguia falar, mas não comia, nem bebia e tinha sempre que estar tomando analgésicos via intravenosa. Em uma das poucas vezes em que ela falou algo convincente, ela me convenceu a dar um jeito de levar nossa cadelinha escondida para o seu quarto, para que ela pude-se vê-la uma outra vez.

Nossa cadela, Bella, é um pastor australiano de aproximadamente 22 quilos, e por um feliz acaso, ela cabia perfeitamente em uma mala normal. Eu a pus dentro da mala com o zíper aberto , e a coloquei no carro até chegarmos ao hospital. Quando chegamos, eu “expliquei” para ela que eu iria fechar o zíper e em poucos minutos ela iria poder ver a mamãe.

Inacreditavelmente, ela não choramingou, latiu ou fez qualquer tipo de som que fosse levantar suspeitas. Quando eu estava passando pelas enfermeiras, eu simplesmente lhes dizia que estava trazendo alguns itens para deixar minha esposa mais confortável. Não tem problema, elas disseram.

Quando entramos no quarto, minha esposa estava dormindo. Eu abri o zíper da mala, e Bella imediatamente pulou na cama, e cuidadosamente deitou sobre o tronco da minha esposa, tomando cuidado com os fios. Ela se posicionou de uma maneira em que ela conseguia olhar diretamente para os olhos da minha esposa, e ficou completamente imóvel. Após aproximadamente 20 minutos, minha esposa acordou e começou a gemer de dor.

Bella imediatamente começou a lambe-la, e lamentou baixinho, como se soube-se que latir ou fazer um som alto fosse alertar os funcionários. Minha esposa a abraçou por quase uma hora, sorrindo o tempo inteiro. Nós fomos descobertos por uma das enfermeiras, mas ela ficou tão tocada que prometeu não contar para ninguém. Quando minha esposa voltou a dormir, eu coloquei Bella de volta na mala e ela de uma maneira meio tímida, agradeceu.

Infelizmente, alguns dias depois minha esposa acabou falecendo. Sempre que pego uma mala, (qualquer mala), Bella acha que vou levá-la para ver a minha esposa outra vez”.


Reportar erro