Homem é condenado e preso após amarrar e amordaçar cachorro

Tutor abandonou o animal em um terreno onde havia uma plantação


Na cidade de Windsor, que fica na província de Ontário, no Canadá, um homem chamado Michael Earl Hill foi condenado a dois anos de prisão após ser declarado culpado por crueldade contra animais. O canadense abandonou seu cão amarrando e amordaçando o focinho do pet com fita isolante em um terreno onde havia uma plantação.

O cão foi encontrado em dezembro do ano passado, quando um rapaz que passeava com seu animal de estimação encontrou o cachorro todo atado. A mordaça no focinho do cão dificultava a sua respiração. Rapidamente o homem chamou a polícia, que veio acompanhada com um representante da Sociedade humanitária de Windsor-Essex, que acolheu o cão e tratou de todos os seus ferimentos.

Homem é condenado e preso após amarrar e amordaçar cachorro

Foto: Reprodução/ Life With Dogs

Além de condenado e preso, o canadense também foi proibido de possuir qualquer animal de estimação pelos próximos 25 anos, depois que sair da cadeia. Michael, que foi preso no dia 18 de dezembro, teve que ser alojado em uma cela solitária no Centro de Detenção South West, para sua própria segurança. Vários defensores dos direitos dos animais fizeram petições para que o criminoso sofresse a pena máxima, que no Canadá é de 25 anos.

Via Life With Dogs


Reportar erro