Cão fica em frente de hospital por 8 dias à espera de dona que morreu

Segundo funcionária do hospital o cãozinho não saiu da porta do hospital uma única vez


A história faz lembrar, logo de início, o filme “Sempre ao seu lado”. Mas dessa vez, o fato é real e ocorreu em Sidrolândia, município localizado a 64 quilômetros de Campo Grande, no estado do Mato Grosso do Sul. No dia 22 de julho, o hospital Dona Elmíria Silvério Barbosa recebeu a idosa Vergília de Lima Gomes, 82 anos, que foi internada com bronquite asmática. Desde a entrada dela no hospital, o cachorro dessa mulher resolveu “montar guarda” na entrada da unidade de saúde.

Acredita-se que o cachorro chegou junto a algum familiar que foi visitar a idosa, mas resolveu ficar ali mesmo na porta do hospital. Ele passou oito dias parado na entrada da unidade médica. Infelizmente, no domingo dia 26, a idosa morreu. A história comoveu pacientes e funcionários, e muitas pessoas procuraram a diretora do hospital, Wanda Camilo, para pedir para adotar o pet. Inclusive, um dos médicos da unidade até chegou a demonstrar interesse em levar o cachorrinho para casa.

Cão fica em frente de hospital por 8 dias à espera de dona que morreu

Foto: Reprodução

Durante a longa espera, o cão recebeu água e comida. Segundo uma funcionária do hospital, as pessoas às vezes precisavam pular o bichinho para poder entrar, uma vez que a guarda que ele mantinha era ininterrupta. Com a repercussão da história, funcionários de um pet shop levaram o cãozinho para que ele recebesse os cuidados necessários.


Reportar erro