Cão de serviço ajuda sua dona durante convulsão

Poppy alertou a vítima de que ela teria um ataque cerca de 15 minutos antes


O vídeo que trazemos nesta publicação serve como um lembrete para qualquer um que duvide das capacidades de um cão de serviço quando a incapacidade do condutor não é visualmente óbvia. Na situação descrita neste texto, o cachorro de nome Poppy cuida de uma mulher, Shannon, que sofre de epilepsia. De acordo com a descrição postada em conjunto com o vídeo no YouTube, Poppy alertou sua dona de que ela teria um ataque cerca de 15 minutos antes. Ela, então, resolveu filmar.

Shannon, programou a câmera do seu celular e se deitou em um lugar seguro. Quando as convulsões se iniciaram, o cãozinho começou a lamber a boca da mulher. Ainda de acordo com a descrição do vídeo, Poppy age dessa forma por dois motivos, um: para fazer com que ela “volte” o mais rápido possível; e dois: para evitar que ela se asfixie com o excesso de saliva.

Cães de serviço podem ser treinados das mais diferentes formas. Segundo a associação Canine Partners for Life, alguns são capazes de sentir quando as convulsões se aproximam, e dessa forma podem avisar seus donos antes. Enquanto outros, de acordo com a Epilepsy Foundation, são treinados para latir e avisar às pessoas ao redor que seus donos estão convulsionando, ou para ligar o sistema de alarme ou, ainda, para deitar-se ao lado de seus donos para prevenir lesões.


Reportar erro