Cadela com obesidade mórbida é resgatada e ganha ‘segunda chance’

Após alguns exames, Daisy foi diagnosticada com hipotireoidismo


Daisy é uma cadela que tem aproximadamente 75 quilos, peso considerado excessivo para um cão de seu tamanho. A cadela viveu durante cinco anos na casa de uma senhora que acolhia vários animais de rua, e, por serem muitos, ela não tinha como controlar uma dieta para cada um deles. Infelizmente, a mulher que cuidava desses animais acabou adoecendo gravemente, e, por conta disso, a mesma acabou ficando impossibilidade de cuidar sozinha de todos os animais. Assim, ela pediu ajuda a uma ONG animal.

A The Forgotten Pet Advocates foi até o local checar os animais. Após avaliação dos bichos, a equipe da ONG identificou em Daisy o caso mais delicado, a qual necessitava de um maior cuidado. Assim, a cadela teve que ser levada para um abrigo, mas logo foi adotada por Amy Beasley, que tinha perdido um cão para o câncer há pouco tempo e que demonstrou interesse e disponibilidade para cuidar da cadela e do problema de obesidade da mesma.

daisy-sendo-resgatada

Fotos: Reprodução/ Facebook/ Daisy’s Journey

“De todos os cães que adotei nos últimos 15 anos, eu nunca vi e nem tive em casa, um cachorro com um caso desse tipo”, contou a nova tutora de Daisy ao Inside Edition.

Após alguns exames, Daisy foi diagnosticada com hipotireoidismo, doença que faz ela ganhar peso de maneira desregular e excessiva, dificultando ainda mais a mobilidade dela, já que o excesso de peso do corpo causa fraqueza e dor muscular.

Segundo Amy, aos poucos Daisy está se acostumando com sua nova família e já se alimenta melhor e até faz exercícios para melhorar a saúde corporal.

O progresso de Daisy pode ser acompanhado em sua página no Facebook.

daisy

Com informações de Inside Edition


Reportar erro