Cão com doença grave tem momentos incríveis nos dias finais de vida

Pet foi diagnosticado com apenas 6 meses de vida devido problema no coração


Com apenas seis meses de vida, a cadelinha da raça boiadeiro australiano chamada Leya, que já sofria pelo fato de ser cega, foi diagnosticada com cardiomiopatia dilatada, que ocorre quando o músculo cardíaco está muito fino e enfraquecido, o que o faz não se contrair corretamente causando insuficiência cardíaca congestiva, acúmulo e líquidos no pulmão, tórax, cavidade abdominal e no tecido subcutâneo.

Os veterinários deram cerca de seis meses de vida para a cadelinha. Pensando nisso, sua mãe adotiva junto a equipe do resgate de animais o qual Leya foi adotada, decidiram criar uma lista de coisas para a cadelinha fazer antes de partir, para assim poder melhorar o resto de seus dias.

Leya fez de tudo um pouco, ela foi nadar em uma piscina, pintou com suas patas, foi conhecer o Papai Noel, abriu presentes de natal e até se casou!

Por conta de complicações do lado direito de seu coração, no dia 31 de janeiro deste ano, a cadelinha foi sedada e, posteriormente, sacrificada. Durante o procedimento, ela estava rodeada por amigos e sua família adotiva.

Via BarkPost


Reportar erro