Atleta é afastado de time após quebrar mandíbula de cachorro

O cão foi golpeado três vezes na mandíbula e os danos foram graves ao ponto dele não poder mais comer alimentos sólidos


O jogador de futebol americano Breck Ruddick, que joga pelo time da universidade Missouri State foi afastado após ser acusado de quebrar a mandíbula de um cachorro que havia sido deixado aos seus cuidados por uma amiga.

As acusações contra o jogador foram feitas através de uma postagem no Facebook por Shelby Filbeck, uma amiga muito próxima de Katie Riggs, a tutora do cachorro.

Segundo a postagem, Luca é um cão extremamente dócil e ninguém entendeu ao certo o porquê do atleta ter o golpeado três vezes no maxilar.

cachorro-teve-mandibula-quebrada

Fotos: Reprodução/ Facebook/ Shelby Filbeck

Ainda na postagem, a jovem contou que após a agressão, Breck pôs o cão na rua e o deixou ir embora enquanto sangrava muito. Quando procurado pela tutora, ele afirmou que o cão havia fugido. Ela então, passou a noite inteira procurando pelo cão sem sucesso.

No dia seguinte, Katie viu uma postagem no Facebook de uma mulher que havia encontrado Luca em um estacionamento coberto por sangue.

Ela rapidamente entrou em contato, buscou o animal e o levou ao veterinário, que a informou que ele teve o maxilar quebrado e que iria precisar passar por uma cirurgia, já que os danos foram considerados graves.

“Ele teve seis dente retirados e nunca mais irá poder comer comidas sólidas, tendo agora que seguir uma dieta com base em aveia,” escreveu Shelby em sua postagem. “Eu amo o meu cachorro mais do que qualquer coisa no mundo e não posso nem imaginar pelo quê Katie está o passando.

O time pelo qual Breck joga, fez uma postagem em seu site oficial afirmando que as acusações contra o jogador são muito sérias e ele ficará afastado de qualquer atividade envolvendo o time durante a investigação.

jogador-de-futebol-americano-afastado-por-quebrar-mandibula-de-cachorro

Repercussão

Após a postagem de Shelby, foi criada uma petição online pedindo que Breck Ruddick seja expulso do time no qual joga. Atualmente, o abaixo-assinado já conta com mais de 48 mil assinaturas, sendo 50 mil a meta.

 

Com informações de Missouri State Bears


Reportar erro